Página Principal
Promoções
Classificados
Anuncie no portal

Palavras-chaves: Ferromax

Defesa

Recém chegado Leonel Forteski, Rodrigo Dal’maz (Pardal) e Jonathas da Cruz (Muralha), os goleiros do Mafra Ferromax Futsal participarão, a partir das 20h de hoje, no quadro “Sala de Visitas”, do programa Bola da Vez, pela Nova Era FM.


Loucura!

Para quem vai até Blumenau entre os dias 20 e 30 deste mês, seja como atleta ou torcedor, de preferência solteiro, se prepare para uma loucura.

Serão 81 municípios disputando as 1.029 partidas, totalizando 4.730 atletas.

Importante lembra que, junto com os atletas do nosso Mafra/Ferromax, a Torcida Organizada Mafúria já se prepara para acompanhar as disputas.


Caímos em pé!

“Cair” apesar de ser um termo utilizado neste tipo de situação, talvez não seja a palavra certa para se referir a não classificação do nosso Mafra/Ferromax para a final do segundo turno do campeonato estadual de futsal da 1ª divisão.

Mesmo limitados no que se refere a recursos financeiros, o time de Mafra chamou atenção no campeonato. Salários em dia, bem uniformizado, com uma equipe técnica muito eficiente, indo a todos os compromissos (independente da distância) e com, seguramente, a maior torcida do campeonato, é possível afirmar que o time brilhou e causou inveja em várias equipes.

Centrado no time, mas com os pés sempre no chão, o supervisor Alcindo Hort muitas vezes frisou que se trata de um projeto, recém-iniciado, com contratações dentro das possibilidades financeiras, mas que promete muito para o futuro. Se 2012 foi o nascimento, podemos dizer que este ano foi o laboratório do projeto. Ganhou-se experiência e conhecimento para, em 2014, brilhar ainda mais no estadual, chegando, quem sabe a conquista do título.

Achar culpados pelo empate com a equipe de Xaxim, quando faltava cerca de 40 segundos para o final da partida, que nos deixou de fora da final, chega a ser incoerente. É triste, sim, ver a torcida indo embora com os gritos de comemoração entalados na garganta. Ainda mais por 40 insignificantes segundos, que dentro de uma partida de futsal se tornam intermináveis.

Mas, em todo o esporte, existem surpresas. Muitas, como esta, inesperadas. Se caímos, posso afirmar, que foi em pé. Foi um ano de ginásio lotado, torcida, expectativa, viagens de torcedores, gritos de gol e muita emoção. O projeto reacendeu aquele espírito esportivo adormecido em muitos riomafrenses desde os tempos do Operário.

Dos dias 20 a 30 deste mês o time ainda participa da fase estadual dos JASC, em Blumenau. Depois, férias, reestruturar a equipe e, logo em fevereiro, inicia a pré-temporada, com muito mais emoção!  Que venha 2014!


É cada um!

Notável a falta de profissionalismo do repórter de uma rádio de Xaxim-SC, durante a transmissão da partida no último sábado, no Ginásio Alberto Sorzi, onde o Mafra/Ferromax enfrentou o CRE Xaxiense. Apesar de estar dentro da quadra “trabalhando”, não conteve as manifestações durante os gols da equipe da casa, pulando e dançando como se estivesse na torcida.


Tão dizendo…

Da série a ‘turma é fogo’, comentário que rolou, no último final de semana, entre a torcida mafrense, após o Mafra/Ferromax ser bicampeão da fase regional dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), justo em Canoinhas, nosso maior rival, que também derrotamos na quarta-feira, pelo placar de 3 a 1:

- Ginásio de esportes Victor Magno Fuck virou o novo salão de festas de Mafra.

Ora, pois…


Cerveja no árbitro

Aquilo que temíamos, para nossa infelicidade, aconteceu. Conforme já relatei na coluna posterior ao evento, a impensada atitude de um (ou mais) torcedores do Mafra/Ferromax, de atirar cerveja na quadra, atingindo o árbitro, na partida contra o Botafogo de Canoinhas, no Zeppelin, no último dia 5, mostra indícios de problemas para a equipe mafrense.

O árbitro da partida elogiou a festa e, por esse motivo, segundo ele, não relataria o infeliz episódio na súmula do jogo. Porém, o mesmo mudou de ideia.  Na manhã de ontem, o supervisor Alcindo Hort foi notificado, via e-mail, pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina, sobre o processo n° 70/13, a ser julgado no próximo dia 28, às 18h30min, no TJD em Florianópolis.

Segundo o processo, como os torcedores que atiraram cerveja na quadra não foram devidamente identificados, a equipe deve sofrer a sanção do art. 213, III do CBJD, que estabelece multa entre R$ 100 (cem reais) e R$ 100.000 (cem mil reais) e ainda possível perda do mando de quadra por algumas partidas, ou seja, sem jogos aqui.

Para tentar, de certa forma, aliviar a penalidade para a equipe, a diretoria está pedindo para que, assim como esse (s) torcedor (es) tiveram coragem de praticar tal ato, que se apresentem. Segundo Sérgio Luiz Severino, presidente do Mafra/Ferromax, será preservado a identidade do autor.

O que eu vou dizer? Quem cometeu tal erro, quero crer, deve estar com a consciência pesada nessas alturas. E, se naquele momento de euforia, a ideia era defender as cores de Mafra, a hora certa para mostrar amor ao time é agora. Afinal, já pensou o caldeirão do Zeppelin perder estes memoráveis jogos por sua culpa, caro torcedor? Pense nisso!


Alô, alô, freguesia!

Comemoração dos mafrenses não podia ser menor. Nosso Mafra/Ferromax venceu, mais uma vez, agora pelos JASC, o Botafogo de Canoinhas, na noite de quinta-feira.

Detalhe: sem torcida e na casa do adversário, suportando a pressão dos canoinhenses.


A noite é nossa!

Quase não se fala em outra coisa neste sábado, é preciso reconhecer, que não seja o esperado clássico da noite de hoje, a partir das 20h15min, no caldeirão do Zeppelin, onde o Mafra/Ferromax, mais uma vez em quadra, tem um importante compromisso frente ao Botafogo de Canoinhas.

Certeza é de casa cheia, afinal, mais da metade dos ingressos já foram vendidos. Além disso, virão cerca de 50 canoinhenses para torcer pelo Botafogo.

Para garantir a segurança do evento, a Guarnição Especial da Polícia Militar de Mafra, sempre muito prestativa e atenta, montou uma forte estratégia, incluindo o cuidado com os veículos no estacionamento.

Portanto, apesar de toda a procura e expectativa, será uma partida como outra qualquer, com gritos, aplausos e todo o barulho dos tambores da maior e melhor torcida do campeonato. Mas acima de tudo, com respeito aos torcedores rivais, sem nenhuma violência, mostrando nossa educação aos visitantes. Afinal, a fórmula do caldeirão do Zeppelin é composta por crianças, jovens, adultos e até idosos, muitos em família, que não perdem uma disputa sequer do nosso time.

Diferenças em quadra, fora dela, somos todos, mafrenses ou canoinhenses, apaixonados pelo futsal. Seja bem vindo Botafogo! Mas nos leve a mal, porque os gritos de gol serão da Mafúria!


A maior e a melhor!

Desde quando voltou a disputar a 1ª divisão, em 2012, torcida do Mafra/Ferromax, é preciso reconhecer, está fazendo muito bem sua parte. Tem apoiado o time em todos os jogos, sem abandonar nos momentos mais difíceis, reconhece o supervisor Alcindo Hort. Uma torcida fanática, que lota o ginásio do Zeppelin em todos os jogos.

Neste ano, para se ter ideia, a média foi de 938 torcedores por jogo. Nenhuma outra equipe da 1ª divisão – nem da divisão especial – possui essa média de público. No início do ano, nossa equipe fez dois jogos amistosos. No primeiro, contra Araucária, foram 525 torcedores, e no segundo, contra o Joaçaba Futsal, registrou-se 692 torcedores.

Já na copa Santa Catarina foram três jogos em casa, e a média de público foi 875 torcedores.

Em 10 jogos em casa, sendo sete durante o primeiro turno, incluindo o jogo das quartas de finais, e três partidas do segundo turno, 9380 torcedores passaram pelas bilheterias do Zeppelin.

Ainda, lembra Alcindo, o Mafra/Ferromax conta também com a incansável Torcida Organizada Mafúria que apoia o time em vários jogos fora de Mafra. Em 2012 foram cinco viagens: Videira, Herval do Oeste, Araquari, Lages e Canoinhas (JASC). Neste ano, já foram quatro viagens: Videira, Herval do Oeste, Xaxim e Canoinhas.

Neste sábado, quando enfrentamos o Botafogo de Canoinhas, é esperado que se bata o recorde de torcedores no ginásio, afinal, o jogo é um clássico, e nossa equipe vive seu melhor momento na competição, totalizando quatro jogos sem derrota, ocupando a segunda colocação no returno e buscando a classificação pelo índice técnico.

E para evitar ficar de fora, é bom lembrar que os ingressos antecipados para a partida já estão sendo vendidos nas Lojas Susin. Portando, é bom correr!

 

Foto: Miguel Luiz


Paradigma

Ainda não foi desta vez, o que começa a preocupar, que quebramos o paradigma de jogar fora de casa. Mais uma vez, nosso Mafra/Ferromax foi derrotado longe da sua grande torcida, na noite de sábado, diante da equipe de Videira.

Palpiteiros e entendidos de futsal pela cidade já comentam sobre a mudança de treinador como uma possível salvação para a equipe. E você, caro leitor/torcedor, o que acha?


  • Perfil

    Colunista do Jornal Gazeta de Riomafra desde 2001, Robson Komochena publica diariamente textos, fotos, notícias, vídeos e música, além de resgatar a história das cidades e dar sua opinião sobre o que acontece nos quatro cantos de Rio Negro-PR e Mafra-SC.
  • Copyright © Robson Komochena. Todos os direitos reservados. Colunas e textos de opinião são de responsabilidade de seus autores e não representam, necessariamente, a opinião do Click Riomafra.

    CLICK RIOMAFRA - O MAIOR PORTAL ONLINE DE RIOMAFRA E REGIÃO.

    ATENDIMENTO CLICK RIOMAFRA
    ANUNCIE
    NOTÍCIAS
    TWITTER
    FACEBOOK
    SUGESTÕES
    COBERTURAS
    CLASSIFICADOS
    PROMOÇÕES