Dia Nacional da Pessoa Ostomizada foi lembrado em Mafra

Por Assessoria - 18/11/2017

Para lembrar o Dia Nacional da Pessoa Ostomizada, a Prefeitura de Mafra, por meio da Secretaria de Saúde/Núcleo de Ostomizados de Mafra, em parceria com a Associação Mafrense da Pessoa Ostomizada (AMO), realizou na manhã da última quinta-feira, 16, ação na praça Lauro Müller, a fim de informar, orientar e conscientizar a população sobre a pessoa ostomizada. Na ocasião, foi realizada panfletagem para motoristas e pedestres e também montado um stand no qual era possível conhecer melhor os equipamentos médicos para ostomias como bolsas coletoras, entre outros.

DESMISTIFICAÇÃO

O presidente da AMO, Marcial José Przybyela, falou que a associação foi fundada em 1997 e que em Mafra há 28 pessoas ostomizadas – todas associadas à AMO – que vão de crianças a partir dos seis anos até idosos com mais de 80. “Procuramos com esta ação na praça desmistificar a ostomia, que não é uma doença, mas uma condição de vida, podendo ser temporária ou permanente”, disse, lembrando que o ostomizado é considerado pessoa com deficiência física, tendo seus direitos garantidos via leis e decretos. Marcial também contou que está sendo construída uma sede própria na rua sete de setembro, com 160m², com previsão de entrega em maio de 2018. “Agradecemos a toda população riomafrense e regional pelas doações feitas, as quais contribuíram para concretização deste empreendimento”.

APOIO

O Núcleo de Ostomizados de Mafra tem uma equipe que dá suporte à AMO, no que tange ao acompanhamento da condição clínica dos pacientes, realizando também visitas domiciliares. Fazem parte da equipe: Cíntia Prolo (médica), Jaqueline Fátima Previatti Veiga (enfermeira e Secretária Municipal de Saúde), Rozane Maria Nissola Teixeira (técnica de enfermagem) e Elena Maria Faganello de Oliveira (assistente social). “O Estado fornece os insumos e o município entra com a equipe de atendimento”, explicou Jaqueline.

TIPOS DE OSTOMIA

De acordo com a médica Cintia Prolo, dentre os motovivos para se fazer uma ostomia (abertura criada – via cirurgia – no abdômen através da superfície da pele para a eliminação de resíduos do corpo) estão as neoplasias do intestino e causas traumáticas. “Há diferentes tipos de cirurgia de ostomia, os três principais são a colostomia (intestino grosso), ileostomia (intestino delgado) e urostomia (desvio urinário)”, pontuou a médica.

No caso de neoplasias há formas de prevenção. Recomenda-se que pessoas com mais de 50 anos realizem uma colonoscopia – exame – que colabora para o diagnóstico precoce do câncer de intestino, que também é conhecido como câncer de cólon e reto ou câncer colorretal. E ainda, ter uma alimentação saudável e monitoramento na família – pessoas com histórico de câncer familiar devem prestar maior atenção, pois fazem parte do grupo de risco, ou seja, estão entre as que têm maior chance de desenvolver a doença.

SAIBA MAIS SOBRE A AMO

Associação Mafrense da Pessoa Ostomizada realiza reuniões mensais com os ostomizados e familiares, onde também recebe equipamentos (bolsas, pastas, etc.) e cuidados da equipe técnica da Secretaria. Contato via e-mail: amomafraostomizados@outlook.com.br e no Facebook: AMO Serviço de atendimento à pessoa ostomizada de Mafra SC.

COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.