Um grave acidente no final da tarde de segunda-feira (7), na localidade do Ribeirão Vermelho, em Quitandinha, resultou na morte de Reginaldo Adriano do Nascimento, 35. Ele conduzia o Fiat Stilo, placas ALV-3511, de Mandirituba, quando bateu de frente com um caminhão modelo Mercedes Bens, placas AEB-2670, de Londrina.

De acordo com as primeiras informações, Nascimento seguia de Campo do Tenente para Mandirituba, por volta da 17h10, quando o veículo rodou na pista e aconteceu a colisão frontal. O motorista do carro morreu na hora, enquanto o condutor do caminhão teve ferimentos na cabeça. Chovia forte no momento do acidente.

Nascimento era diretor-proprietário do Jornal A Folha com circulação da região da Associação dos Municípios da Região Suleste do Paraná (AMSULEP). Ele era integrante do Treinamento de Liderança Cristã de Quitandinha, o TLC, e participava do coral da Igreja Matriz Senhor Bom Jesus da Cana Verde.

Com fortes laços políticos na região, a morte de Nascimento foi lamentada por vários prefeitos, os quais acompanharam a missa de corpo presente na Igreja Matriz de Quitandinha. Entre os prefeitos presentes estavam Altair Gringo, de Tijucas do Sul, Machadinho, de Mandirituba, Gilberto Dranka, de Piên, além de Jorge Quege, vice-prefeito de Campo do Tenente, do vereador Fuscão, presidente da Câmara de Vereadores de Campo do Tenente e José Luiz de Oliveira, presidente da Câmara de Mandirituba. O deputado estadual Anibelli Neto e o deputado federal João Arruda também se manifestaram solidários pela morte de Nascimento.

“O Reginaldo era um grande companheiro nosso que nos acompanhou desde o nosso primeiro mandato e sempre muito animado. É companheiro que nos deixou muito cedo e que nos fará falta”, lamentou o prefeito de Quitandinha, Neco Prado, que também acompanhou o sepultamento.

Após a missa, realizada no final da tarde de terça-feira (8), o corpo foi translado para Telêmaco Borba, município localizado na região dos Campos Gerais, onde foi sepultado pelos amigos e familiares.

OUTROS ACIDENTES

Outros dois graves acidentes ocorrem na segunda-feira (7), na BR-116. O primeiro aconteceu no quilômetro 150, em Mandirituba e vitimou Cláudio Alves, 44 anos. Ele conduzia uma Belina, placas AAL-4745, de Contenda, quando perdeu o controle do veículo, saiu da pista e bateu contra uma árvore.

No outro acidente, em Fazenda Rio Grande, Marcelo Mayer de Lima, 23, também morreu na hora. Ele conduzia um Fiat Pálio, placas BBC-4847, quando numa tentativa de ultrapassagem acabou batendo de frente com o caminhão Ford, placas AHT-0953. O acidente aconteceu por volta das 3h40.

Fotos: Pedro Bala/O Repórter