Casan apresenta plano de investimentos para Itaiópolis

Por Assessoria - 12/11/2019
Fotos: Acervo CASAN

Numa apresentação coordenada pelo Superintendente Regional Rangel Barbosa, os vereadores conheceram detalhes da proposta para firmar Contrato de Programa, instrumento jurídico fundamental para a aplicação de recursos de porte no município. Em documento que também está protocolado na Prefeitura, a CASAN prevê o investimento de R$ 6,5 milhões, seguindo o que determina o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).

A Companhia também se compromete com a assinatura de convênio no valor de R$ 1,3 milhão para recuperar vias afetadas por ampliações ou manutenção de redes. A proposta ainda contempla o repasse 5% da receita operacional bruta ao Fundo Municipal de Saneamento, para execução de ações complementares.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O engenheiro Rangel lembrou que mesmo sem a segurança do Contrato de Programa a CASAN vem investindo em Itaiópolis, como o recente poço artesiano perfurado junto à Estação de Tratamento de Água (ETA). O novo manancial entrará em operação assim que estiverem concluídas as instalações de bombas de recalque e ampliada a potência das instalações elétricas da unidade.

OBRAS REALIZADAS

Nos últimos cinco anos a Companhia substituiu 20 quilômetros de rede na cidade e outros 9 quilômetros serão implantados a curto prazo, seguindo cronograma da Prefeitura e transferindo as tubulações para o passeio. Em 2013 o município inaugurou uma Estação de Tratamento moderna, com capacidade de 40 litros/segundo, além de uma adutora de 1 mil metros ligando a unidade ao reservatório central, que representou cerca de R$ 1,3 milhão de recursos. “Muitas vezes a população não percebe os investimentos, mas a todo o momento estamos executando alguma melhoria no sistema da cidade”, disse Rangel.

OBRAS EM ANDAMENTO

O atual convênio entre Itaiópolis e CASAN vence nesse mês de novembro. Acompanhado do Diretor de Operação e Expansão, Fábio Krieger, do Procurador Geral Allyson Mazzarin e de funcionários locais, Rangel também enumerou os investimentos em andamento, com destaque para  a ampliação da Estação de Recalque que vai duplicar a capacidade de água tratada no Sistema.

Novos conjuntos motobomba para as unidades de tratamento simplificado de Rio da Estiva, Rio Vermelho e Moema, a construção de uma nova Casa de Química para tratamento de água bruta do novo poço, a instalação de válvulas supressoras de ar em toda a cidade e uma série de melhorias para modernizar a atual ETA foram outras melhorias apresentadas para a cidade.

“Trouxemos à Câmara não apenas um plano de investimento, mas a disposição do Governo do Estado de continuar prestando os serviços de Saneamento à população”, disse o diretor Fábio Krieger. “A CASAN tem capacidade de captação de financiamentos para buscar recursos de porte, conhecimento técnico e experiência de 48 anos”.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.