Itaiópolis é a 4ª colocada na região em arrecadação de ICMS

Mafra deve obter a maior arrecadação da região; pela primeira vez Três Barras deve romper a barreira de R$ 1 bilhão de arrecadação. Canoinhas vem em terceiro lugar

Por Gazeta de Itaiópolis - 12/01/2018

Três Barras deve superar Canoinhas na arrecadação de Imposto por Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em 2018. Mafra deve ter o melhor desempenho da região. Os dados do Índice de Participação dos Municípios (IPM) na arrecadação do ICMS de 2016 que será repassado ao longo de 2018 para todos os municípios foram publicados pela Secretaria de Estado da Fazenda nesta semana (veja abaixo).

MUNICÍPIO VALOR ADIONADO 2017 (R$) PREVISTO 2018 (R$) PREVISTO 2018 (%)
Mafra 1.036.097.655,54 1.124.126.674,69 0,5796086
Três Barras 903.849.318,08 1.006.801.130,79 0,5182715
Canoinhas 963.236.584,76 999.622.743,49 0,5317312
Itaiópolis 508.917.543,25 584.403.702,26 0,3181549
Papanduva 387.302.848,21 375.615.117,64 0,2380117
Porto União 404.941.278,00 351.613.148,40 0,2368639
Irineópolis 203.031.417,07 196.685.042,64 0,1489108
Major Vieira 154.227.847,83 184.071.248,66 0,1334944
Timbó Grande 114.346.962,90 161.242.106,02 0,1179505
Bela Vista do Toldo 98.988.417,38 113.983.719,43 0,1029144
Monte Castelo 127.152.180,93 95.801.081,30 0,1058206

Araquari é mais uma vez o município com o maior crescimento no IPM na arrecadação do ICMS no Estado. Em 2018, a cidade vai receber R$ 8,9 milhões a mais do que neste ano, uma evolução de 31,4%, efeito das atividades das fábricas BMW e Hyosung.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
Breithaupt Mafra

O diretor de Administração Tributária, Ari Pritsch, observa que em junho a Fazenda publicou os índices provisórios do IPM, dando aos administradores municipais o direito de questionar os números. “A apuração do IPM em Santa Catarina é uma das mais participativas do Brasil. Representantes dos municípios participam das definições das regras de apuração e dos julgamentos”, destaca Pritsch. Somente após análise e julgamento dos pedidos de impugnação, a Fazenda pública a lista do IPM definitivo.

O secretário da Fazenda, Renato Lacerda, lembra que a participação no ICMS é uma das principais receitas para a maioria dos municípios catarinenses. “Isso só aumenta a responsabilidade da Fazenda no combate à sonegação e, principalmente, na atração de novos investimentos para Santa Catarina”, observa Lacerda.

MAIORES PARTICIPAÇÕES

Assim como no ano anterior, Joinville (8,6%), Itajaí (7,2%), Blumenau (4,8%) e Florianópolis (2,8%) terão as maiores participações ao longo do ano. No entanto, ressalta-se que dos quatro, apenas Itajaí não registrou queda no índice. Joinville teve queda de 5,2% em relação a 2017, uma repercussão financeira de R$ 19,6 milhões a menos. Blumenau apresentou IPM 1,5% menor (R$3,1 milhões a menos) e Florianópolis 1,8% menor (R$ 2,1 milhões a menos).

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.