Celesc alerta produtores catarinenses para prorrogação do recadastramento rural

O recadastramento rural é uma determinação da ANEEL, por meio da Resolução nº 800/2017, para que os consumidores rurais tenham direito às reduções tarifárias, que vão de 8% a 24%.

Por Gazeta de Riomafra - 18/01/2020

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) prorrogou o prazo para o recadastramento de unidades consumidoras de energia elétrica dos produtores rurais que estão na área de concessão da Celesc. A medida vale para aqueles que perderam o prazo em 2019 e foram reclassificados de acordo com os critérios estabelecidos pela ANEEL.

“É uma forma desses clientes voltarem a ter o benefício, desde que comprovada suas atividades como produtores rurais. Importante destacar que as faturas de janeiro serão corrigidas e o cliente não vai perder o desconto”, explicou o gerente do departamento de Gestão de Clientes e Faturamento, Evandro de Paula Santos.

O recadastramento rural é uma determinação da ANEEL, por meio da Resolução nº 800/2017, para que os consumidores rurais tenham direito às reduções tarifárias, que vão de 8% a 24%. Com o recadastramento, o subsídio será mantido por, pelo menos, mais três anos aos consumidores.

Para manter o benefício da tarifa rural, o titular da conta deve comparecer a uma das lojas de atendimento da Celesc https://bit.ly/35ZBCof, com toda documentação necessária, encontrada no link https://bit.ly/2NzqwQx. Além disso, é preciso comprovar o enquadramento da propriedade, de acordo com as exigências e, ainda, realizar a prova de vida.

Entre as comprovações necessárias estão a de que a unidade consumidora esteja localizada em área rural, exerça atividade agropecuária na referida unidade e outras. Os interessados podem encontrar mais informações no endereço eletrônico https://bit.ly/2NzqwQx ou ligar para o atendimento comercial da Celesc, no número 0800 48 0120.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.