Escolas de Mafra participam de reunião do projeto Verde é Vida em Canoinhas

EMEF São Lourenço recebe troféu por atividades desenvolvidas

Por Gazeta de Riomafra - 10/07/2018

Duas escolas da rede municipal de Mafra – Escola Agrícola Municipal prefeito José Schultz Filho e a Escola Municipal de Educação Básica São Lourenço – participaram em Canoinhas, da reunião pedagógica especial e encontro regional de grupos ambientais do programa de Ação Socioambiental do Verde é Vida. Mafra é parceira tendo quatro escolas participantes que desenvolvem projetos ambientais em suas unidades, visando a conscientização que levam a mudanças de hábitos em relação ao meio ambiente.

Neste ano o tema dos encontros é “Família, Educação, Convivência e Sucessão”, com as atividades abrangendo amplamente o tema. Eles objetivam promover a integração de alunos e professores para a troca de informações, experiências e conhecimentos através da divulgação dos trabalhos desenvolvidos pelos Grupos Ambientais em suas comunidades.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
Breithaupt Mafra

Na ocasião representantes da escola do São Lourenço receberam troféu pelo desenvolvimento das atividades do Grupo Ambiental. A unidade participa com 4 projetos, tendo apresentado o de “Horta Escolar”, em Canoinhas. A Escola Agrícola participou com o projeto “Reutilização de bandejas de produção de mudas para fundo de lixeiras vazadas”. As demais escolas mafrenses participantes são EMEB Evaldo Steidel e EMEB Augusta Vitória, ambas com 1 projeto cada.

MUDANÇAS POSITIVAS

A coordenadora do projeto na Secretaria Municipal de Educação, Eroni Terezinha Machado falou da importância do programa. “Seu objetivo é proporcionar aos educadores e educandos um espaço de discussão sobre a gestão ambiental, além das questões de meio ambiente em evidência, o que é extremamente necessário nos dias atuais, não sendo mais possível deixarmos de pensar o tema visando uma mudança de hábitos”.

A secretária Municipal de Educação, Estela Maris Bergamini Machado destacou o empenho dos professores, alunos e comunidade das unidades participantes, “que têm desenvolvido projetos importantes e que se tornam de execução contínua nas escolas e nas famílias, promovendo mudanças necessárias e que afetam positivamente o meio ambiente, além do aprendizado”.

MOSTRA CIENTÍFICA

E dentro do projeto, acontecerá no dia 15 de agosto, em Rio Negro, a Mostra Científica, com as escolas mafrenses participando com seis projetos ao todo. A mostra tem como metas instigar a curiosidade dos estudantes e incentivá-los a empenharem-se em descobrir as causas e possíveis soluções da problemática escolhida para a pesquisa científica.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.