Mafrenses aproveitaram o Dia D para colocar o esquema de outras vacinas em dia

Evento contou com 321 doses aplicadas, sendo 89 contra o sarampo

Por Gazeta de Riomafra - 22/10/2019

Em Mafra, no último sábado, 19, as dez salas de vacina atenderam das 8 às 17 horas e, de acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, 161 crianças menores de cinco anos compareceram às unidades de saúde. Destas, 17 foram vacinadas contra o sarampo. As demais 144 já estavam com a vacina em dia.

Durante a ação do Dia D, a população aproveitou também para deixar em dia outras vacinas faltantes nas crianças e também nos pais, onde ao todo foram aplicadas 75 doses da tríplice viral, 72 contra o sarampo, 52 contra Hepatite B, 49 da dupla adulto, 41 contra febre amarela, entre outras que compõem o calendário vacinal, totalizando 321 doses aplicadas.

Em resumo, “a maioria das pessoas que compareceram já estavam com esquema vacinal atualizado. Nós fizemos também um chamamento aos pais e responsáveis de crianças de 6 meses a 10 meses e 29 dias, para receberem a dose zero da vacina contra o sarampo. Por ser o público vulnerável nos surtos do sarampo, o Ministério da Saúde lançou a doze zero nesta faixa etária no intuito de proteger os bebês” declarou a responsável pela vigilância no município.

AINDA DÁ TEMPO

Quem deve de tomar a vacina (crianças de 6 meses a menores de 5 anos), mas ainda não o fez, tem prazo até esta sexta-feira, 25 de outubro, para vacinar, basta procurar as salas de vacinação nas ESFs.

SEGUNDA ETAPA

No próximo mês, inicia-se a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, que ocorrerá no período de 18 a 30 de novembro, onde serão imunizados adultos jovens não vacinados na faixa etária de 20 a 29 anos de idade. O dia D desta etapa, de mobilização nacional, será no dia 30 de novembro.

SARAMPO É COISA SÉRIA!

O Sarampo é uma doença infecciosa, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbitos, particularmente em crianças desnutridas e menores de cinco anos de idade. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias, no período de quatro a seis dias antes do aparecimento das erupções cutâneas, até quatro dias após.

VACINAÇÃO É A ÚNICA PREVENÇÃO

A Secretaria Municipal de Saúde de Mafra conclama a população que se encontra dentro das faixas etárias da campanha, e que ainda não foram vacinados ou que possuem a falta de todas as doses da vacina, que procurem a sua unidade de saúde para imunização.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.