Prefeitura de Mafra vai instalar placas no cemitério municipal intensificando o combate à Dengue

Por Assessoria - 13/06/2018

Mesmo com a chegada do frio na região, a população ainda deve continuar se prevenindo contra a dengue. A fim de manter o município livre desta doença, a Secretaria Municipal da Saúde da Prefeitura de Mafra, por meio do Programa Municipal de Prevenção e Combate à Dengue monitora periodicamente os locais de possíveis focos do mosquito, por meio da manutenção de armadilhas. De acordo com a Secretaria, ainda não foi detectada a doença no município, mesmo assim, a prevenção deve ser constante. Para tanto, em uma ação conjunta com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano serão instaladas placas no cemitério municipal, com avisos para evitar a dengue.

ATENÇÃO ÀS PLACAS

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
Breithaupt Mafra

Embasada na Lei Estadual nº 16.871/2016 que dispõe sobre a obrigatoriedade de proprietários ou locatários de imóveis residenciais e comerciais públicos e privados adotarem medidas para evitar a existência de criadouros para Aedes aegypti, a placa afixada terá o seguinte texto: “Proibido uso de vasos ou recipientes que possam acumular água. Lei estadual 16.871/2016 – sujeito a recolhimento”.

Também haverá outras orientações, como por exemplo: “Faça sua homenagem com responsabilidade. Quando for ao cemitério, não deixe os vasinhos de plantas nos túmulos com água. Traga seus vasinhos com terra e se vir água acumulada nos mesmos, retire ou comunique um funcionário. A luta contra esse mosquito é contínua e de todos nós!”.

CONTROLE

As secretarias envolvidas nesta ação solicitam aos proprietários dos jazigos que tomem atitudes preventivas para evitar que o mosquito bote ovos, reduzindo as chances de proliferação.

VAMOS PREVENIR?

A Vigilância Epidemiológica de Mafra pede para a população não se descuidar. Veja as orientações para evitar a proliferação do Aedes aegypti.

  • Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;
  • Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
  • Mantenha lixeiras tampadas;
  • Deixe os depósitos para guardar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
  • Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
  • Trate a água da piscina com cloro e limpe uma vez por semana;
  • Mantenha ralos fechados e desentupidos;
  • Lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
  • Retire a água acumulada em lajes;
  • Dê descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;
  • Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
  • Evite acumular entulho, pois podem se tornar locais de foco do mosquito da dengue.
  • Caso apresente sintomas de dengue, chikungunya ou zika vírus, procure uma unidade de saúde para atendimento.

Para denunciar a existência de possíveis focos de Aedes aegypti  entre em contato com a Vigilância Epidemiológica pelo telefone: 3642-5867.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.