Quitandinha realiza o seu 1º Seminário Municipal de Educação

Por Gazeta de Quitandinha e Campo do Tenente - 24/07/2021

Com o slogan “Eu existo, mas você tem o poder de transformar minha existência”, o evento proporcionou reflexões pessoal e profissional na comunidade educativa

Sob a coordenação da secretária da Educação, Esporte e Cultura, Josiane Mendes de Moura Weiss, nos dias 19 e 20 deste mês aconteceu em Quitandinha o 1º Seminário Municipal de Educação com o slogan “Eu existo, mas você tem o poder de transformar minha existência”.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O 1º Seminário Municipal de Educação iniciou na manhã do dia 19 com o palestrante Luiz Onofre Gmunder Louzada, graduado em administração, pedagogia e ciências contábeis, especializado em educação, metodologia e docência no ensino superior e mestre em marketing internacional que proporcionou reflexões pessoal e profissional na comunidade educativa, com o tema “Os motivos que levam a ação”. Entre as reflexões destacou-se aquela que traz “aproveitar cada momento da nossa vida. As dificuldades sempre estarão aí, faz parte da vida, mas temos que fazer merecer a dádiva de estarmos aqui, quanto mais a gente agradecer mais coisas boas irão acontecer!”.

Em parceria com o SEBRAE tivemos José Motta Filho, professor, pesquisador, consultor, palestrante, autor e entusiasta em Metodologias Ativas de Aprendizagem e Tecnologias Educacionais, engenheiro civil, pós-graduado em gestão escolar, especialista em principles of technology, MBA em gestão empresarial, mestre em tecnologias emergentes em educação, co-autor dos livros: O futuro alcançou a escola? (Editora do Brasil), Grandes soluções para a gestão educacional (Editora Ramalhete), A educação para um mundo exponencial (Clube de Autores) palestrando sobre o tema: “A Educação para um Mundo Exponencial”, onde apresentou as metodologias de ensino tecnológicas que foram intensificadas nesse período de pandemia e refletindo sobre a necessária mudança de postura e o olhar, pensar e fazer diferente. Trouxe reflexões sobre como podemos ser referência, impactar vidas, achar a solução e mudar o mundo. E por fim, pontuou que: “em uma sociedade criativa, aprendizagem visível é imprescindível”.

Em seguida, por meio da plataforma Google meet, Ana Claudia Urban graduada em história, mestra em educação e doutora em educação (UFPR) discutiu o tema  ‘Ensinar e aprender em tempos de pandemia’’, a palestra foi transmitida para toda a rede municipal de professores da educação Infantil e fundamental. Destacando os desafios enfrentados e principalmente a importância dos profissionais da educação estarem abertos a encarar essa difícil fase como oportunidade de fazer de maneira diferente e se adequar ao momento como oportunidade de crescimento diante do novo. Levou a reflexão de que podemos tornar esse momento delicado em um momento de poder nos reinventar.

Finalizando o primeiro dia de seminário, Kicia Kusdra Kmiecik, Reiki  Master,  psicoterapeuta floral e aromaterapia proporcionou um momento de relaxamento e alguns esclarecimentos sobre a técnica de relaxamento que contribui para o auto cuidado do próprio corpo e da mente.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O professor Luiz Thiago Padilha dos Santos graduado em Administração de Empresas e pós-graduado em MBA Executivo em Marketing e Gestão de Equipes, consultor, treinador e professor, em palestra abordou o tema “Gestão em Conflitos”, que são considerados úteis pelo papel que as pessoas desempenham na vida profissional e pessoal e que ao valorizar o autoconhecimento, potencializar as características e valorizar a essência que existe na experiência de cada ser poderá se ter um novo conceito sobre conflitos.

Em outra sala, no mesmo colégio, aconteceu à palestra ”Ferramentas Tecnológicas para Educação Remota” com o professor Christian Daniel Licerski Marques Pinheiro, licenciado em computação e sistemas de informação, que teve como objetivo conhecer as novas tecnologias, metodologias e ferramentas como recurso de ensino para a sala de aula.

O professor Christian mostrou aos gestores escolares a plataforma Google for Education e como explorar essa ferramenta no dia-a-dia para ser uma aliada no desenvolvimento do ensino/aprendizagem dos educandos.

Também no mesmo dia, a pedagoga Héber Fabiana Vieira de Souza Mello especialista em educação inclusiva, libras e neuropsicopedagogia, apresentou uma palestra enriquecedora aos professores da rede municipal, tanto os do ensino Fundamental I, como aos da Educação Infantil, sobre “O uso dos métodos fonéticos na alfabetização das crianças” com apontamentos sobre método fonético, os sons das letras que auxiliam no processo de alfabetização das crianças e, disponibilizou materiais para serem aplicados em sala de aula.

Em seguida, os professores de educação infantil do município participaram da capacitação com a professora e palestrante Morjana Pereira Alves, pós-graduada em educação infantil e séries iniciais e em a arte de contar de contar histórias da Associação Amigos das Histórias e criadora do projeto Contar e Encantar. Foi apresentado de forma animada as histórias, músicas, atividades concretas e motoras as metodologias ativas de aprendizagem para desenvolver o trabalho na educação das crianças de forma lúdica, oferecendo subsídios à condução de uma prática educativa capaz de levar à construção de resultados significativos da aprendizagem.  Dentre elas: Música do Jacaré e confecção do mesmo com E.V.A e tampinhas, História Filomenos, contada com livro e entonação, Confecção de animais (sapo, gato, cachorro, pato) como recurso para contação de histórias e músicas, feitos com E.V.A e tampinhas como recurso sonoro, História do Gato Xadrez e confecção do gato com folha sulfite, história contada com desenhos  feitos na folha sulfite dando sequência a história criada, Com pontos em uma folha sulfite criar um personagem, Música da centopeia com gestos e TNT, Música pano encantado com TNT, Cantiga passa-passa gavião com gestos e  TNT, atividades motoras com música e histórias interligadas.

No período da tarde do dia 20, o seminário contou com a contribuição da equipe da Personaliza Consultoria em Educação, profª Silvia Lozza, profª Soraia Carise Prates, Profº Rodrigo Ribeiro da Silva a equipe trouxe contribuições sobre o tema “Afetividade durante e pós-pandemia”. Apresentaram os dados de estudos científicos sobre a educação em tempos de pandemia e o que a envolve. Destacaram em suas contribuições a afetividade, o vínculo e a aprendizagem, valorizando o processo de olhar para o aluno, conhecer a sua história, suas singularidades, ter abordagem afetiva de acordo com o citado “A Afetividade motiva o Aluno a aprender”. Os profissionais abordaram também a aprendizagem significativa, e a importância das relações no meio educacional. Realizaram indicações de programas e aplicativos que podem auxiliar na inserção da tecnologia no dia-a-dia da educação, de maneira interativa e significativa para auxiliar a criança na promoção do seu desenvolvimento.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Sobre a orientação de Renato Ramos, técnico de segurança do trabalho, bombeiro profissional civil, socorrista/resgatista,19 motoristas escolares do município participaram no dia 20 deste mês de uma oficina para entender sobre frequência cardíaca nos primeiros socorros, inclusive com prática de aferimento de pulso (FC), massagem cardíaca até a chegada de socorro do SAMU ou outra emergência. A massagem cardíaca é muito importante para substituir o trabalho do coração e manter o cérebro oxigenado. Foi abordado o que fazer em situações de queimaduras quentes ou frias (por congelamento), estancamento de sangue em cortes graves até chegar ao hospital mais próximo e as ações necessárias diante de acidente com perigo de incêndio.

Para os motoristas municipais e terceirizados também foi realizada uma capacitação sobre a correta desinfecção dos ônibus e relembradas as normas de biossegurança a serem realizadas no transporte escolar durante o período letivo. Por meio de apresentação oral e prática os motoristas foram orientados quanto à utilização correta dos termômetros portáteis para aferição da temperatura e constatação do estado febril, contágio e prevenção ao coronavírus, o passo a passo sobre a desinfecção dos pisos, bancos e estruturas muito tocadas no interior dos ônibus escolares e o uso correto dos EPIs.

Na Escola Padre Antônio, nos dias 19 e 20 foram realizadas palestras para as merendeiras e auxiliares operacionais das escolas do município e dos CMEIs sobre os temas “Nutrição escolar, alimentação adequada e biossegurança alimentar”. A equipe de biossegurança palestrou sobre os agentes causadores de intoxicação alimentar e as maneiras de se prevenir o contágio pessoal e disseminação escolar do coronavírus. Foi relembrado pontos importantes da higiene e desinfecção dos ambientes escolares e uso correto dos EPIs.

O 1º Seminário Municipal de Educação de Quitandinha-Pr é mais uma ação de capacitação em excelência de ensino que visa principalmente receber, no início do segundo semestre, os alunos das escolas municipais com segurança e entendendo que nossas crianças foram penalizadas ao isolamento e a perda no aprendizado com essa pandemia.

Convidamos a comunidade quitandinhense, pais e responsáveis a colaborar com o retorno às aulas para que nossas crianças não continuem a serem mais prejudicadas.

Nesse momento é hora de agirmos com confiança e sabedoria.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.