Administração da linha Faxinal/Bom Jesus passa a ser dos municípios

Por Gazeta de Riomafra - 13/07/2020

A partir de agora a administração da linha Faxinal/Bom Jesus passa a ser dos municípios, por meio do Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana de Mafra e Rio Negro (CIMU). No fim da tarde da última terça-feira, 7, foi aprovada em reunião de diretoria da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) a delegação da linha interestadual semiurbana Faxinal/Bom Jesus que cruza os municípios de Rio Negro e Mafra, para o CIMU de Mafra e Rio Negro.

A delegação, através de um convênio firmado entre a ANTT e o CIMU, terá duração de 15 anos, podendo ser prorrogado. O contrato de convênio foi assinado pelo presidente do CIMU, o prefeito de Mafra Wellington Bielecki, nesta quarta-feira (8). Para Wellington, este consórcio intermunicipal para o transporte coletivo “é um importante instrumento de gestão por proporcionar soluções conjuntas para problemas que excedem os limites municipais”.

UNIFICAÇÃO DO SISTEMA

O pedido de delegação do convênio foi feito pelo CIMU à ANTT com o objetivo de unificar os sistemas de transporte coletivo urbano de passageiros de Mafra, Rio Negro e o Interestadual. A delegação dos serviços da linha para o Consórcio Intermunicipal, além de unificar o sistema em um só, irá permitir que os municípios administrem a principal linha do transporte coletivo mais próxima da realidade das duas cidades. A unificação do sistema, através do CIMU, irá possibilitar a regulação, otimização, modernização e integração do serviço de transporte de passageiros em Mafra e Rio Negro, além possibilitar uma maior fiscalização dos serviços, estudos e pesquisas.

Um dos objetivos para a criação do CIMU era regularizar a concessão do serviço de transporte coletivo em Riomafra e agora, com a aprovação da ANTT, isso está mais fácil de acontecer.

Com aprovação da delegação e a assinatura do Contrato de Convênio, iniciará agora o processo de transição da linha da ANTT para o CIMU, que já trabalha para a contratação de uma nova empresa para operar, agora de forma unificada, os serviços de transporte coletivo de Rio Negro e Mafra.

CIMU

O Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana (CIMU) de Mafra e Rio Negro constituído pelas leis municipais 4276/2017 de Mafra e 2779/2017 de Rio Negro que ratificaram o Protocolo de Intenções entre os municípios é órgão responsável pela gestão, planejamento, integração, regulação e fiscalização do serviço público de transporte coletivo urbano de passageiros municipal, intermunicipal e interestadual de passageiros de Mafra e Rio Negro. Com o CIMU, o território dos municípios passa a ser considerados como um só para os serviços de transporte coletivo, tendo suas ações sendo definidas em conjunto pelas duas administrações públicas municipais.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.