Coluna EmOff

Por Gazeta de Riomafra - 15/02/2020

Tiro errado

Ocupar espaços, essa é uma das máximas na política, mas é uma ação que deve ser feita com cuidado, um passo em falso e você pode perder espaço. Quem diga é o padre Sidnei. O vídeo postado por ele se lançando a pré-candidato a prefeito, onde o próprio dizia contar com o apoio do bispo da Diocese de Joinville, viralizou, assim como a carta da Diocese desmentido o apoio do dom Francisco Carlos Bach. Sidnei teve que fazer um novo vídeo se retratando. “Quero deixar claro que a visita ao bispo foi para pedir uma benção para que pudesse seguir o meu caminho dentro de um contexto político. O bispo não está apoiando [a candidatura]. A Igreja não apóia nenhum partido, ela é apartidária”, fala em um trecho na tentativa de explicar o ocorrido.
Segundo alguns “misters” da política dizem que o padre foi meio “iludido” por espertalhão que está querendo a todo custo lança-lo ou como prefeito ou como vice… Cuidado padre: “Infeliz do homem que confia noutro homem”. Tá na Bíblia!

Acertou dois pés

O que era para ser positivo acabou tendo uma repercussão negativa. A nota da Diocese caiu como uma balde de água fria tanto no aadre Sidnei quanto no vereador Edenilson Schelbauer. Os dois pretendiam formar uma dobradinha dentro do PL para concorrem às eleições deste ano, Schelbauer como prefeito e o padre como vice.

Quem será?

Jeferson Lopes vem trabalhando para a criação do Aliança pelo Brasil, novo partido do presidente Jair Bolsonaro, a quem não esconde apreço. O problema é que outro pré-candidato a prefeito, o ex-vereador Hebert Werka, também quer usar a imagem do capitão. Werka também vem trabalhando para que o Aliança consiga se viabilizar. Um dos dois deve ficar de fora.

Flertando

O empresário Antonio Naum Zaine, pré-candidato a prefeito parece que está tentando se aproximar novamente do prefeito Wellington Bielecki. A tentativa de namoro seria para ter o apoio do “gaiteiro” nas eleições, ou até que seu nome seja o indicado a vice-prefeito na chapa apoiada por Bielecki. Será que o “gaiteiro” vai se deixar seduzir novamente, visto que já teve uma “facadinha nas costas”? Aí já cabe outra adaptação, a citação bíblica lá do início desta coluna: “Infeliz do turquinho, que confia noutro turquinho”!

Cavando uma vaga

Falando em candidatura a vice-prefeito, muitos destes pré-candidatos a prefeito que estão pipocando por aí, querem mesmo é valorizar o nome e arrumar uma vaga de vice, em uma eventual chapa. Estão apenas valorizando o “passe”.

A procura do vice perfeito

Já outros pré-candidatos estão mesmo é a procura de um candidato a vice que seja perfeito, que some e não atrapalhe. O vice “perfeito” na opinião de alguns não deve ter rejeição, deve ser carismático, popular e conhecido da população. Na verdade o que eles procuram é o candidato a prefeito perfeito.

Na expectativa

Falando em procura de candidatos a vice-prefeito, tem vereador, tanto em Mafra quanto em Rio Negro, que está ansioso aguardando o convite para assumir o posto.

 

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.