Médico reclama do descaso do governo federal no envio da cloroquina para Rio Negro

Por Gazeta de Riomafra - 13/09/2020

O médico e também vereador Rodrigo Gondro, favorável ao uso da cloroquina no tratamento da Covid-19, enviou a presidência da República uma carta reclamando do descaso do governo federal no envio do medicamento para Rio Negro.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Na carta Gondro se apresenta como entusiasta incondicional de todas as ações do presidente Jair Bolsonaro, em especial ao uso da cloroquina, porém reclama que a quantidade enviada para o município é insuficiente para o atendimento da população. “(…)atualmente temos uma média diária de 10 novos casos positivos por dia de covid-19, felizmente muito poucos graves; entretanto, a despeito de todos os esforços da equipe envolvida no combate a essa pandemia, solicitamos semanalmente ao estado aporte de medicação da ordem de mil comprimidos de cloroquina e, pasme, nos é encaminhado, a exemplo do dia de hoje, 60 unidades. Não são 60 caixas, ou 60 cartelas, são 60 comprimidos, que não bastam para o atendimento à nossa demanda de uma manhã.”, escreveu na carta.

Segundo Rodrigo Gondro, são necessárias pelo menos 420 unidades do medicamento por semana para o atendimento dos pacientes com a Covid-19.

A carta encaminhado ao presidente através de deputados aliados em Brasília/DF também foi publicada em suas redes sociais.

Leia a carta na íntegra

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

“Exmo. Senhor Presidente da República.

Meu nome é Rodrigo Gondro, sou médico, oficial da reserva do nosso Exército Brasileiro e entusiasta incondicional de todas as ações que vossa excelência tem realizado em nossa nação; em especial o uso da cloroquina, que tantas vidas tem salvado em nosso país. Em virtude da admiração e respeito que tenho por vossa pessoa e por acreditar que podemos sim fazer um Brasil melhor é que me dirijo a vossa excelência.

De nada adianta sermos entusiastas de seu programa de uso da cloroquina, se a mesma não chega até nós em quantidade suficiente.

Resido e trabalho no município de Rio Negro, estado do Paraná. Temos cerca de 33 mil habitantes e, atualmente temos uma média diária de 10 novos casos positivos por dia de covid-19, felizmente muito poucos graves; entretanto, a despeito de todos os esforços da equipe envolvida no combate a essa pandemia, solicitamos semanalmente ao estado aporte de medicação da ordem de mil comprimidos de cloroquina e, pasme, nos é encaminhado, a exemplo do dia de hoje, 60 unidades. Não são 60 caixas, ou 60 cartelas, são 60 comprimidos, que não bastam para o atendimento à nossa demanda de uma manhã.

Some-se a isso o fato de sermos município de fronteira com o estado de Santa Catarina, que não tem por rotina, pelo menos, no município vizinho, de fazer uso da cloroquina, o que leva muitos moradores desse outro município a nos procurar, para receber o tratamento.

Peço, dessa forma, seu empenho para que, através dos canais competentes, faça chegar até nós medicamento em quantidade suficiente para podermos continuar a salvar vidas. Nossa equipe trabalha incansavelmente, hoje há 169 dias, sem sábados, sem domingos e sem feriados, porque acreditamos que venceremos essa praga.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Agradeço antecipadamente a atenção de vossa excelência, certo de sua resposta.

Brasil acima de tudo e Deus acima de todos!

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.