Região tem alerta de geada até o próximo dia 20

Por Assessoria - 17/05/2022

Sistema TEMPOCAMPO da Esalq aponta menores temperaturas para esta quarta-feira; Há risco de geadas com alta intensidade para a parte central do Estado do Paraná

Conforme boletim do Sistema TEMPOCAMPO, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), uma massa de ar frio se estabeleceu no Centro-Sul, diminuindo as temperaturas e gerando risco de geada para a região.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Segundo dados do sistema TEMPOCAMPO, entre os dias 16 a 20 de maio as temperaturas mínimas deverão variar de 1 a 8ºC, para boa parte da região, o que irá gerar condições de geadas de intensidade fraca a alta. Em geral, temperaturas entre 3 e 7ºC medidas à 2 m da superfície indicam geadas de intensidade fraca. Temperaturas entre 1 e 3ºC indicam geadas com intensidade moderada, podendo causar danos significativos às lavouras. Já temperaturas menores que 1ºC, indicam geadas de alta intensidade, o que gera danos gerais às lavouras, em grandes áreas. Vale ressaltar que geadas de intensidade fraca a moderado, as áreas com possibilidade de danos mais expressivos são as baixadas e talhões com canaviais em início do desenvolvimento. Ademais, as geadas ocorrem apenas sob condições de céu limpo (noturno), umidade relativa baixa e ventos fracos.

Portanto, no dia 16 de maio, as condições para ocorrência de geada se concentrarão na região Sul do Brasil, com previsão de intensidade fraca, para boa parte do Estado do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Norte do Paraná.

 

No dia 17 de maio, o alerta de geada deverá se concentrar na região Central do Paraná, com alguns pontos podendo apresentar intensidade alta, no restante do estado, o risco será de geadas com intensidade fraca a moderada. O Estado de Santa Catarina também deverá apresentar geadas de intensidade fraca, assim como o Sul do Mato Grosso do Sul.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

No dia seguinte, 18 de maio, a área com risco de geada será expandida, com intensidade fraca para boa parte do Estado de São Paulo, Sul do Mato Grosso do Sul, e Sul de Minas Gerais. Haverá também risco de geada com intensidade moderada para o Sudoeste de São Paulo, extremo Sul de Minas Gerais e na região Central do Paraná.

Para o dia 19 de maio, o risco de geada deverá se expandir para regiões mais ao norte, chegando ao Sudoeste e Centro-leste de Goiás, em parte do Triângulo Mineiro, e Centro-Sul de Minas Gerais (Figura 4). No dia 20 de maio o risco será moderado, para boa parte do Estado do Paraná e região Leste de Santa Catarina.

Os dados do Sistema TEMPOCAMPO corroboram com as previsões do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), que também prevê entre os dias 16 a 19 de maio a ocorrência de geadas. Para o dia 16 de maio o alerta deverá se concentrar nos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Já para o dia 17 de maio o alerta deverá se expandir para o Estado do Paraná. Na madrugada do dia 18 de maio o instituto, prevê as menores temperaturas do período, com risco de geadas com alta intensidade para a parte central do Estado do Paraná e moderado também para a região Central do Paraná e Santa Catarina, Norte do Rio Grande do Sul, região Central do Estado de São Paulo e para parte da região Sudoeste do Estado do Mato Grosso do Sul. Boa parte do estado do Mato Grosso do Sul, São Paulo e Sul de Minas Gerais, apresentarão risco de geada fracas. No dia 19, haverá uma expansão das áreas com risco de geada, chegando até as regiões Sul e Central de Goiás, Sul do Mato Grosso, região Central de Minas Gerais. Nesse dia o risco será maior para região Central do Estado de São Paulo e Mato Grosso do Sul, junto a região Sul do Paraná, Centro de Santa Catarina, Sul do Rio Grande do Sul, Sudeste e Sudoeste de Goiás, parte do Triângulo Mineiro e Sul de Minas Gerais.

COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.