Campo do Tenente é destaque na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

Publicado por Gazeta de Quitandinha e Campo do Tenente - 14/02/2015 - 10h02

A cidade de Campo do Tenente (PR) conquistou quatro medalhas, no total, na edição desse ano da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).

A OBA vem instigando, h√° 17 anos, o interesse dos jovens pela astronomia e ci√™ncias afins. Em 2014, foram distribu√≠das quase 43 mil medalhas, um aumento de 26% em rela√ß√£o √† edi√ß√£o anterior. Ao todo, participaram 772.257 estudantes dos ensinos fundamental e m√©dio de quase 9 mil¬†escolas p√ļblicas e particulares de todos os estados do pa√≠s. A OBA contou com o aux√≠lio de mais de¬†62 mil professores.

Em paralelo √† OBA, foi realizada a 8¬™ edi√ß√£o da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), que recebeu projetos de aproximadamente 62 mil¬†alunos de escolas p√ļblicas e particulares, quase 10 mil a mais do que em 2013. Foram entregues cerca de 5 mil medalhas e os 500 estudantes do ensino m√©dio que lan√ßaram o mais longe poss√≠vel os seus foguetes ter√£o a oportunidade de participar da Jornada de Foguetes no final de outubro. O evento oferecer√° palestras com astr√īnomos, al√©m de trof√©us e bolsas de inicia√ß√£o cient√≠fica J√ļnior, distribu√≠das pelo CNPq.

Outros estudantes tamb√©m poder√£o mostrar os seus trabalhos nas Jornadas Espaciais, eventos organizados pela Ag√™ncia Espacial Brasileira. ¬†As programa√ß√Ķes contam com oficinas sobre ci√™ncias espaciais e visita√ß√£o a institui√ß√Ķes de grande relev√Ęncia nas ci√™ncias aeroespaciais.

Para o Dr. Jo√£o Batista Garcia Canalle, astr√īnomo e coordenador da OBA, o sucesso da olimp√≠ada se deve √† continuidade das a√ß√Ķes promovidas, como a doa√ß√£o anual de livros, galileosc√≥pios, revistas ‚ÄúCi√™ncia Hoje‚ÄĚ e planisf√©rios, e a aquisi√ß√£o de novas ferramentas de ensino. ‚ÄúPara ajudar na amplia√ß√£o do conhecimento cient√≠fico dos jovens, especialmente no que tange √† astronomia, adquirimos um planet√°rio digital para ser utilizado em todos os nossos eventos‚ÄĚ, revela.

Canalle ainda ressaltou a import√Ęncia dos Encontros Regionais de Ensino de Astronomia (EREAs). ‚ÄúEles v√™m sendo utilizados para compartilhar pr√°ticas pedag√≥gicas voltadas ao ensino da disciplina, al√©m de divulgar a relev√Ęncia dessa ci√™ncia em √Ęmbito regional‚ÄĚ.

Todas as escolas participantes t√™m √† disposi√ß√£o sugest√Ķes de atividades pr√°ticas para serem desenvolvidas em sala de aula. No site da olimp√≠ada, √© poss√≠vel ler observa√ß√Ķes astron√īmicas e instru√ß√Ķes simples de como construir os rel√≥gios de Sol e Estelar, o planisf√©rio celeste rotativo, montagem e lan√ßamento de foguetes feitos de garrafas pet.

A OBA √© coordenada por uma comiss√£o formada por membros da Sociedade Astron√īmica Brasileira (SAB) e da Ag√™ncia Espacial Brasileira (AEB). Para quem deseja participar de eventos ligados √†s ci√™ncias astron√īmicas e espaciais, a Olimp√≠ada Brasileira de Astronomia e Astron√°utica (OBA 2015) abrir√° suas inscri√ß√Ķes para o pr√≥ximo ano a partir de janeiro.

Os mais bem classificados poderão representar o país nas olimpíadas internacional e latino-americana de 2016, além de participarem do Space Camp e das Jornadas Espacial e de Foguetes.

- Publicidade -

ENVIE UM COMENTÁRIO

IMPORTANTE: O Click Riomafra não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários publicados pelos seus usuários. Todos os comentários que estão de acordo com a política de privacidade do site são publicados após uma moderação.