A importância de um ambiente silencioso para trabalhar em casa

Enviada por Lincoln Guilherme Copceski - 10/08/2020

A pandemia do novo coronavírus obrigou muita gente a transformar a própria casa em local de trabalho. Esse deslocamento fez com que muitos percebessem a importância do silêncio no dia-a-dia, vendo como é mais difícil trabalhar em ambientes barulhentos. Não à toa, o número de reclamações de barulhos na vizinhança cresceu até 50% em algumas cidades.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Não é apenas uma sensação. Os ambientes silenciosos realmente fazem toda a diferença no trabalho. São vários os motivos para isso, mas o principal deles é a melhora nos níveis de concentração. O trabalho em casa, por si só, exige muito mais foco, já que existem muitas distrações no próprio lar. Quando há poluição sonora, a concentração se torna quase impossível.

Com o silêncio, é mais fácil organizar informações em nossa mente. Portanto, o barulho exagerado durante o trabalho pode comprometer a tomada de decisões. Além disso, também prejudica muito a criatividade, já que grande parte das ideias que temos surge de reflexões profundas, beneficiadas pelo silêncio.

As relações entre os ruídos sonoros e a mente humana são amplamente estudadas e analisadas por pesquisadores. Uma das grandes descobertas é que a exposição a ruídos provoca a liberação do hormônio cortisol, conhecido como “o hormônio do estresse”. A maior liberação desse hormônio, além de causar o nervosismo exagerado que atrapalha o trabalho, pode facilitar o desenvolvimento de quadros mentais mais graves, como a ansiedade, a insônia e a depressão.

Os ambientes silenciosos trazem outras consequências surpreendentes para o nosso organismo. O silêncio é capaz de estimular a produção de novas células no hipocampo, a região do cérebro responsável pela memória.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Não são apenas os sons altos que incomodam. A repetição de ruídos, como em uma batida contínua e sequenciada, mesmo que em volume mais baixo, também pode ocasionar todos os problemas que já citamos.

Por conta de toda esta situação, o mercado do cancelamento de ruídos está mais em alta do que nunca. Os fones de ouvido que anulam barulho externo estão entre os produtos que mais se destacam na pandemia. Além deste isolamento individual, há alternativas para tornar os ambientes de casa mais silenciosos, como as portas e as janelas acústicas, que diminuem drasticamente a passagem de ruídos sonoros. Segundo um levantamento do site MagoDeCasa, a procura por esses produtos bateu recordes em maio, quando os trabalhadores perceberam que continuariam em home-office por um bom tempo.

A legislação nacional conta com leis que protegem contra a poluição sonora. Desde 2013, o cumprimento dessas leis é discutido em Mafra e Rio Negro, com um histórico de polêmicas. No entanto, elas são aplicadas apenas em perturbações diretas. Ou seja, não há nada a ser feito contra os ruídos cotidianos.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.