Governo do Paraná deve decretar “lockdown pontual“

Entre as medidas já dadas como certas no novo decreto, estão o fechamento das igrejas, shoppings e de praticamente tudo nos fins de semana e toque de recolher às 22 horas

Por Redação Click Riomafra - 29/06/2020

LEIA TAMBÉM: Governo do PR desmente nota que viralizou e nega lockdown geral

O governo do Paraná deve anunciar nesta terça (30) novas medidas de restrição para as regiões do Paraná que mais sofrem devido ao avanço da pandemia de Covid-19. O decreto, a princípio, será válido para as macrorregiões Leste e Oeste do Estado, que englobam Curitiba e Região, Campos Gerais e a Região Oeste do Paraná.

O decreto ainda está sendo feito pela equipe do governo, mas vai começar a valer já na quarta (1).

A movimentação do governo coincide com a pressão do Ministério Público do Paraná (MPPR), que entrou com ação pedindo lockdown e revisão da flexibilização no comércio. Segundo o governo, as medidas estão sendo discutidas em diversas instâncias do Executivo e serão apresentadas aos demais poderes do Estado, tanto que o governador Carlos Massa Ratinho Junior já tem reunião marcada com o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), Desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, nesta terça (30) pela manhã.

LEIA TAMBÉM: Boletins atualizados sobre o coronavírus em Rio Negro e Mafra

As duas macrorregiões são as que registram os maiores índices de ocupação de leitos de UTI e enfermarias tanto nos leitos exclusivos para Covid-19, quanto nos leitos gerais para o SUS. Além da sobrecarga visível no hospitais, a preocupação das autoridades de saúde do Estado é que a curva do novo coronavírus não dá sinais de redução e os índices de isolamento também não melhoraram com as últimas medidas de restrição. Oficialmente, o governo do Estado confirma que as medidas devem serão anunciadas nesta terça, mas nega o lockdown para todo o Estado. As macrorregionais Leste e Oeste estão com taxa de ocupação de 77% para leitos SUS para Covid-19, de acordo com boletim desta segunda (29). Somente na Região Metropolitana de Curitiba, há cinco hospitais sem vagas em UTI para pacientes de Covid 19 e um sem vagas na enfermaria.

Entre as medidas já dadas como certas no novo decreto, estão o fechamento das igrejas, shoppings e de praticamente tudo nos fins de semana e toque de recolher às 22 horas.

* Com informações do site Bem Paraná

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.