Foi apresentou durante a última sessão do poder legislativo (04/03) requerimento de convocação a secretária da educação do município, Carina Sebben. O requerimento foi aprovado pelos demais vereadores, no final da sessão. Em conversa com a Gazeta de Itaiópolis, o vereador autor do requerimento disse que a convocação se faz necessária para que a atual secretária preste esclarecimentos das atividades de sua pasta. O vereador disse ainda, que vai interrogar a secretária Carina, quando ela comparecer na Câmara, a respeito de questões relativas ao transporte escolar e hora atividade do quadro efetivo de profissionais do magistério municipal, além de outros assuntos.

Segundo informações de professores efetivos, a atual secretária da educação determinou o cumprimento da hora atividade nas dependências das escolas, onde os profissionais laboram. Entretanto, segundo a categoria, nem todas as escolas dispõem de estrutura para que os professores cumpram a hora atividade no recinto das escolas. No governo do ex-prefeito Hélio Cesar Wendt (PMDB), os profissionais que desejassem podiam sair e realizar a hora atividade em outros locais, não necessariamente na escola onde atuam.

O que diz o plano de carreira do magistério sobre a hora atividade

Segundo a lei complementar n. 16 de 2011, que dispõe sobre o plano de cargos e salários do magistério municipal de Itaiópolis, as horas-atividade correspondem ao percentual estabelecido por lei federal vigente, são consideradas aquelas destinadas a estudos, planejamentos, à a preparação e avaliação do trabalho didático, a colaboração com a administração da escola, as reuniões pedagógicas, a articulação com a comunidade e ao aperfeiçoamento profissional, de acordo com a proposta pedagógica de cada unidade escolar, cumpridas no interior da própria instituição de ensino, se o estabelecimento oferecer condições adequadas para o cumprimento das mesmas.

Câmara pede ao executivo, portaria de nomeação do secretário de administração e finanças

Um parlamentar quer a cópia da portaria de nomeação do secretário de administração e finanças da prefeitura, Miguel Oleinik. O vereador autor do requerimento sustenta que Miguel está atuando como secretário, segundo informações trazidas por jornais locais e pelo próprio site na internet da prefeitura. A justificativa do pedido, segundo o signatário, diz respeito ao controle externo e a fiscalização que são atribuições dos vereadores. “Fiz o requerimento de informação para saber se o senhor Miguel é ou não o secretário de administração, devido a algumas divergências que estão ocorrendo com servidores e ele dentro da prefeitura”, disse Cássio. “Todos os funcionários que estão dentro da prefeitura são concursados e merecem respeito”, completa o parlamentar.