Na última sexta-feira (11) foi realizado o Seminário do Programa Planorte Leite, em Canoinhas, programa construído de forma coletiva por entidades regionais, representando os setores políticos, técnicos e de representação de produtores rurais. O principal objetivo está em desenvolver de maneira sustentável o planalto norte de Santa Catarina no que diz respeito à pecuária de leite. Diversas autoridades políticas participaram do evento, como deputados federais e estaduais, lideranças empresariais, da sociedade, técnicos e produtores da região.

Caio Rocha, secretário do Produtor Rural e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), anunciou que o Ministério deve destinar R$ 300 milhões para o Programa de Melhoria da Competitividade do Setor Lácteo Brasileiro nas próximas semanas. A verba deverá ir para Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Goiás e Rio Grande do Sul.

O deputado federal Mauro Mariani, que também estava presente, se comprometeu a destinar emenda parlamentar para o Programa na sua primeira edição, argumentando que o planalto norte tem tudo para se transformar em um polo de lácteos com qualidade diferenciada, levando-se em consideração fatores humanos, geográficos, clima e solo favoráveis.A atividade favorece a sucessão familiar, estimulando os jovens a permanecerem no campo e com certeza irá propiciar novos negócios”, enfatizou. O deputado também colocou-se à disposição para interceder pelo Planalto Norte junto ao governo federal.

O secretário regional Ricardo Pereira Martin, no ato representando o governador João Raimundo Colombo, recebeu ofício do presidente da Epagri, Luís Ademir Hassmann junto ao diretor de projetos especiais do Programa SC Rural, Ditmar Afonso Zitmah. O ofício continha a não objeção do termo de referência para contratação de consultoria para estudo de viabilidade econômico-financeira para implantação de agroindústria de beneficiamento de leite produzido no planalto norte catarinense, por parte do Banco Mundial. A Epagri agora deve contratar a consultoria. “O Planorte Leite é um programa que beneficia não somente a produção leiteira, mas todas as demais cadeias produtivas da região. Isso é extremamente favorável para o crescimento do planalto norte”, analisou o representante do governador.

Durante o evento, o coordenador do Planalto Norte de Pecuária da Epagri, Waldemiro Sudoski, fez uma explanação sobre os avanços e potencialidades do Programa. “Um dos grandes avanços é o apoio do SC Rural, com recursos da ordem de R$ 3 milhões a fundo perdido e que estão sendo aplicados no sistema produtivo das propriedades da região. O programa tem contribuído muito para consciência do desenvolvimento regional”, acrescentou.