No domingo (18), os mais de 400 delegados que votaram na convenção estadual do PMDB catarinense homologaram de forma unanime a única chapa do novo diretório do partido, que através da votação tornou o deputado federal Mauro Mariani o novo presidente da sigla. Mariani assume o mandato de dois anos e tem como compromisso reconectar o partido com a sociedade catarinense. Cerca de 2 mil peemedebistas participaram da convenção realizada no Auditório Antonieta de Barros, em Florianópolis. O ex-prefeito Alceu Gaio e Joerny Fernandes Dias, políticos do partido em Itaiópolis participaram do evento e reafirmaram as ações dos deputados federais e senador catarinense do PMDB, os quais em documento escrito deram resposta negativa ao balcão de negócios instituído pelo governo federal, trocando cargos por acerto obscuros. Os membros do PSDB votaram contra as medidas de aumento de impostos e ajuste fiscal, assim não concordando com as ações de parte da cúpula do partido. “O PMDB catarinense tem orgulho de não participar destas maracutaias, e de cabeça erguida e olhar nos olhos poder dizer ao catarinenses que política honesta vale a pena”, enfatizaram os representantes itaiopolenses.

O novo presidente do PMDB fez agradecimentos especiais ao vice-governador Eduardo Pinho Moreira e ao deputado Valdir Cobalchini, pelo trabalho realizado à frente do partido. “O partido em nível estadual vive hoje o seu melhor momento e mesmo diante do crítico cenário da política nacional, filia mais de 15 mil novos peemedebistas”, ressaltou. Mariani também chamou a atenção para a importância de ouvir o povo brasileiro, fazendo um comparativo do cenário político nacional com a crise vivida na Itália na década de 90, momento em que os principais partidos se acabaram. Durante seu discurso, o presidente pediu foco e cautela 2016, afirmando que o momento é de fortalecimento do partido para a eleição municipal e que a única certeza é que a sigla terá candidato próprio em 2018. “Se para ganhar a eleição, tiver que ser outro companheiro o candidato, eu serei o primeiro a apoiá-lo. Não vamos antecipar o debate, vamos construir agora um partido ainda mais forte”, afirmou.

No evento o vice-governador Eduardo Pinho Moreira entregou a presidência partidária anunciando a nova executiva, que terá como primeiro vice-presidente o deputado Valdir Cobalchini. Em seu pronunciamento, Eduardo falou sobre as tradições históricas do PMDB, dos embates e da conversa que teve com o senador Luiz Henrique, na noite anterior ao seu falecimento. “Hoje registramos uma página importante na continuidade administrativa e política de Santa Catarina. Eu fico muito feliz de poder entregar, junto com toda a executiva, o partido com o melhor desempenho de todos os PMDB´s do Brasil. Há dois anos, eu e o Mauro disputamos internamente, eu ganhei e ele ficou. Agora ele será o próximo presidente do partido e governador de Santa Catarina. É esse o sentimento de unidade que guia todos nós”, garantiu. Valdir Cobalchini, presidente da sigla em exercício, afirmou ainda que a força do PMDB é resultado dos peemedebistas dos 295 municípios, base aliada espalhada por toda Santa Carina. “Nós cumprimos a meta que nós definimos junto com todos os líderes, e hoje sacramentamos a unidade”, finalizou.