O Metal e sua face sustent√°vel e consciente.

Publicado por Cris Fagundes - 26/04/2013 - 16h02

Boa tarde galera, hoje o tema que ser√° abordado em nossa mat√©ria √© sobre o Heavy Metal ¬†e sua rela√ß√£o com sustentabilidade e o meio ambiente, que j√° era abordada por v√°rias bandas de Metal, muito antes das discuss√Ķes globais, entre na√ß√Ķes como √© a “bola da vez” esse tema hoje em dia, sem mais delongas, vamos aos trabalhos.

Capa do √°lbum ‚ÄúHandle With Care‚ÄĚ da banda Nuclear Assault

Muito antes das discuss√Ķes entre as na√ß√Ķes sobre o futuro do planeta, fosse a ECO 92 ou mesmo a Conven√ß√£o de Estocolmo, o Heavy Metal j√° pregava a necessidade da ra√ßa humana em conter sua insanidade pela busca incessante dos lucros em detrimento das fontes de recursos naturais (leia-se a √°gua, o solo, o ar, os animais e as¬†florestas, basicamente). Bandas como Nuclear Assault j√° traziam na capa dos seus discos (‚ÄúHandle With Care‚ÄĚ significa ‚Äúmaneje com cuidado‚ÄĚ sob a forma de carimbo no planeta Terra) e nas m√ļsicas, onde declamavam e chamavam aten√ß√£o para a prote√ß√£o do meio ambiente, como podemos perceber na letra de ‚ÄúCritical Mass‚ÄĚ:

“The bio-sphere, the place we live
It seems like we don’t give a damn
Other species flushed down the tubes
We need another race to rape
The way we live, we will destroy
Every other living thing
Till none are left except our race
And then we will destroy ourselves
Another oil spill
Atomic waste displaced
Another forest dies
Bring on the acid rain (‚Ķ)‚ÄĚ

Tradução (livre): A biosfera, lugar que
vivemos, parece que não damos a mínima. Outras
espécies vão parar nos esgotos, e precisamos de
outra raça para destruir.Da forma que vivemos
iremos matar todas as coisas vivas, até que não
sobre mais nada, a não ser nossa raça, e então
destruiremos a nós mesmos.Outro derramamento
de óleo, lixo nuclear deslocado, e outra floresta
morre…traga a chuva ácida (…)

Percebe-se que assim como o Nuclear Assault, muitas bandas de Thrash seguiram em algum momento de suas carreiras nessa tem√°tica, mesmo porque uma boa cr√≠tica deve vir acompanhada de uma boa dose de √≥dio e revolta, sentimentos sempre externados nesse estilo, nos quais fazemos o paralelo com as ONG‚Äôs s√©rias e dedicadas √† defesa do meio ambiente, que combatem de frente, no estilo ‚Äúfight fire with fire‚ÄĚ as grandes corpora√ß√Ķes respons√°veis pelos desmatamentos, polui√ß√£o das √°guas e outros males. Vejamos o conceito de meio ambiente, o mais difundido: ‚Äú√© o conjunto de condi√ß√Ķes, leis, influ√™ncia e intera√ß√Ķes de ordem f√≠sica, qu√≠mica, biol√≥gica, social, cultural e urban√≠stica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas‚ÄĚ, presente na pr√≥pria Constitui√ß√£o Federal brasileira. Logo, ao compararmos ambas as cita√ß√Ķes e os √ļltimos desastres ambientais (Golfo do M√©xico, Bacia de Campos e os reatores nucleares de Fukushima, por exemplo) vemos que realmente √© algo muito mais s√©rio do que se imagina.

Uma tragédia recorrente: o derramamento de óleo nos oceanos prejudica diversos seres vivos

¬†Falando de outros estilos, com o Heavy Metal n√£o foi diferente: uma das maiores bandas, o Iron Maiden, cita o cl√°ssico liter√°rio americano ‚ÄúDuna‚ÄĚ na letra de ‚ÄúTo tame a land‚ÄĚ, do √°lbum ‚ÄúPiece of Mind‚ÄĚ, falando sobre os recursos n√£o-renov√°veis e as guerras oriundas da gan√Ęncia pelo seu controle. O pai do estilo, Black Sabbath, tamb√©m seguiu o tema em diversos √°lbuns, tanto na fase Ozzy como na fase Dio, tais como os √°lbuns ‚ÄúSabotage‚ÄĚ e ‚ÄúDehumanizer‚ÄĚ. A banda Obituary, com seu disco ‚ÄúThe End Complete‚ÄĚ cita a desgra√ßa humana causada pela polui√ß√£o, gan√Ęncia e destrui√ß√£o das √°guas e da vida. Outro grande exemplo √© o disco ‚ÄúInfinite‚ÄĚ, do Stratovarius, onde o tema √© abordado na maioria das faixas, inclusive com certo grau de pesquisa em base te√≥rica: a m√ļsica ‚ÄúMother Gaia‚ÄĚ traz a reflex√£o ecol√≥gica contida na Teoria de Gaia. Recentemente, o √ļltimo disco do Slayer, ‚ÄúWorld Painted Blood‚ÄĚ cita na m√ļsica ‚ÄúAmericon‚ÄĚ e em outras a mesma tem√°tica: guerras causadas pela gan√Ęncia sem se preocupar com as outras formas de vida. Das nacionais podemos citar o pr√≥prio Sepultura (principalmente o ‚ÄúChaos A.D.‚ÄĚ), a rio-clarense Mordeth e a grande Dorsal Atlantica, resumindo a revolta na letra de ‚ÄúViol√™ncia √© real‚ÄĚ:

‚ÄúPorque o que destr√≥i a ra√ßa humana √© a incompreens√£o de ser humano.‚ÄĚ

Tamb√©m √© interessante citar a m√ļsica “Hardening Of The Arterires”, do Slayer, ao meu ver foi a primeira do Thrash a falar do tema, podemos tamb√©m citar ¬†“Toxic Trace” do Kreator. Abrindo mais nosso leque al√©m do Metal tamb√©m pode se encaixar a m√ļsica “The Final Countdown” do Europe, que apesar de ser muio usada em eventos festivos, fala sobre o momento em que a ra√ßa humana ir√° procurar deixar a Terra ap√≥s ter devastado o planeta.

Alias n√£o poderia deixar de citar a primeira m√ļsica que me vem a cabe√ßa quando se fala em sustentabilidade, “Acid Rain” do D.R.I. !

Acid Rain
Will our children look back with hatred or despair
At a generation of idiots who just didn’t care
About the fossil fuel fumes and the aerosol sprays
That put holes in the ozone and let in the rays
That can cause cancer in humans? and what is it all worth
Heating up our globe, destroying our own earth?
What will they think of us with no concern
About the seas of shit and radiation burn?
We who watched the waters of the world
Turn to lakes of lava, killing every form of life?
Will they have regrets for being born at all
Into a world where only acid rain can fall
On all the empty fields and on the vacant lots
Where cockroaches and crab grass are the only crops?
Acid rain dissolving away the monuments of man
Run for your lives!
Acid rain! smell the rain coming!
Acid rain! run for cover now!
Acid rain! the water is on fire!
Acid rain!

Tradução: Irão nossas crianças olhar para trás com ódio ou desespero
Para uma geração de idiotas que não se importam
Sobre as fumaças dos combustíveis fósseis e do spray aerosol
Aquilo p√Ķe buracos na camada de oz√īnio e deixam os raios entrarem
Aquilo pode causar c√Ęncer em humanos? e tudo o que √© digno?
Esquentando nosso globo, destruindo nossa própria terra?
O que eles irão pensar de nós não preocupa
Sobre os mares de merda e queimadura de radiação?
Nós que assistimos as águas do mundo
Virarem lagos de lava, matando todas as formas de vida?
Eles ir√£o lamentar por ter nascido
Em um mundo onde apenas chuva √°cida pode cair
Em todos os campos vazios e nos lotes vagos
Onde baratas e grama morta s√£o as √ļnicas coisas
Chuva √°cida dissolvendo os monumentos dos homens
Corra por suas vidas!
Chuva √°cida! cheire a chuva vindo!
Chuva √°cida! corra por abrigo agora!
Chuva √°cida! a √°gua est√° em chamas!
Chuva √°cida!

Em seu disco de 92, Obituary cita a desgra√ßa humana causada pela polui√ß√£o, gan√Ęncia e destrui√ß√£o das √°guas e da vida

Conforme citado, mesmo bandas mais extremas cont√©m em suas letras cita√ß√Ķes sobre o caos e possuem em sua maioria cr√≠ticas massivas sobre a explora√ß√£o desenfreada do meio ambiente, que resultam em outras criticas relacionadas a viol√™ncia, guerras, doen√ßas e exterm√≠nio da ra√ßa humana‚Ķtemas eloq√ľentes e subversivos? Licen√ßa po√©tica? N√£o, claro
que n√£o‚Ķtodos seguem o mesmo pensamento: se somos os √ļnicos animais racionais, porque tamb√©m somos os √ļnicos seres que nos autodestru√≠mos e destru√≠mos nossa pr√≥pria casa (Terra) em s√£ consci√™ncia?

Estas considera√ß√Ķes deveriam ter sido citadas a um tempo atras, quanto tivemos a reedi√ß√£o do maior f√≥rum de discuss√Ķes sobre o meio ambiente, a Rio+20; por√©m a responsabilidade de preserva√ß√£o do planeta em que vivemos √© constante e √© um dever de todos. E no Rock e no Heavy Metal n√£o poderia ser diferente, pois como podemos perceber as¬†bandas citadas deram sua contribui√ß√£o com grandes alertas, conscientiza√ß√£o em suas composi√ß√Ķes.

Em ‚ÄúInfinite‚ÄĚ, Stratovarius aborda o tema da destrui√ß√£o ambiental com certo grau de pesquisa em base te√≥rica.

E você, headbanger? Qual seu nível de compromisso ambiental? Preze por economizar água, desligar as luzes nos locais desnecessários, reciclar o lixo e educar quem estiver ao seu redor. Temos consciência de que somos um grupo seleto da sociedade que, ignorando o preconceito, damos sempre um exemplo de civilidade, mas precisamos também praticar,
assim como fizeram e fazem grandes m√ļsicos dos quais somo f√£s.

PS: e não se esqueça de incluir na sua lista semanal de audição as grandes bandas citadas acima. Isso não precisa economizar, e o meio ambiente agradece!

Abaixo deixo v√≠deos de algumas das m√ļsicas citadas nessa mat√©ria para voc√™s ouvirem:

Nuclear Assault – Critical Mass.

Iron Maiden – To Tame a Land.

Dorsal¬†Atl√Ęntica¬†– Viol√™ncia Real.

Kreator – Toxic Trace.

Stratovarius – Mother Gaia.

Por hoje é isso galera, até a próxima, tenham todos um ótimo final de semana, abraços!!!

- Publicidade -

ENVIE UM COMENTÁRIO

IMPORTANTE: O Click Riomafra não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários publicados pelos seus usuários. Todos os comentários que estão de acordo com a política de privacidade do site são publicados após uma moderação.