Morador de Mafra ajuda a preservar a memória ferroviária do país

Por Gazeta de Riomafra - 14/11/2018

O ferreomodelismo é um dos hobbies mais antigos do mundo, e sua origem remonta ao período em que o transporte ferroviário foi adotado massivamente. As primeiras miniaturas de trens foram fabricadas por volta de 1830, por artesãos alemães. De lá para cá, muita coisa mudou, principalmente no Brasil, onde o transporte de passageiros pelas ferrovias deixou de acontecer, com exceção dos passeios turísticos. Mesmo assim, a paixão de algumas pessoas por este hobby se intensificou.

Em Mafra, por exemplo, o aposentado Eraldo Carlos, 53 anos, aderiu a este hobby para matar a saudade dos áureos tempos das ferrovias, e até hoje os trens despertam curiosidade e saudosismo nas pessoas. “Pratico este hobby desde que me aposentei, há 10 meses, mas curto trem desde a minha infância. Até o momento possuo 20 locomotivas e já estou pensando em montar um pátio de manobras com o material que venho adquirindo nestes últimos meses”, afirma Eraldo, que herdou a paixão pelos trens de seu pai. “Ele era maquinista da antiga rede ferroviária, e eu fui funcionário da estrada de ferro de 1981 até dezembro do ano passado, quando me aposentei. “Comecei com este hobby na casa do meu pai para que ele também pudesse apreciá-lo, mas com seu falecimento, há dois meses, transferi todo o material para a casa da minha mãe”, conclui.

MERCADO ATRAENTE

O estado de Santa Catarina é um dos mercados mais atraentes para a Frateschi Trens Elétricos, empresa com sede em Ribeirão Preto, no interior paulista, que completou 50 anos de atuação no mercado e é a única fabricante de trens elétricos em miniaturas e réplicas de composições reais na América Latina. “As pessoas pensam que o transporte ferroviário morreu, mas ele está vivo e em expansão. A ferrovia é de valor estratégico imprescindível para um país como o Brasil, e este crescimento ajuda a fomentar ainda a mais a paixão que muitos brasileiros têm pelos trens, e muitos passam o hobby do ferreomodelismo para as futuras gerações”, diz Lucas Frateschi, diretor da empresa. No Brasil, inclusive, existem diversas associações que reúnem os amantes deste hobby saudável e interessante.

SOBRE A FRATESCHI

Fundada em 1967, a Indústrias Reunidas Frateschi é a única fabricante da América Latina de trens elétricos em miniaturas e réplicas de composições reais. Situada em Ribeirão Preto, no interior paulista, tem a missão de divulgar e preservar a memória ferroviária do Brasil, por meio da prática do ferreomodelismo. Há 50 anos neste mercado, a empresa tem a convicção de que importantes relações humanas, como a interação entre pai e filho, avô e neto e amigos, são fortalecidas em momentos descontraídos durante a prática deste hobby.

Com atuação nacional e internacional, a Frateschi possui representantes nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso do Sul, Bahia, Ceará e Pernambuco, além do Distrito Federal. No exterior, seus representantes estão na Argentina, Chile, Uruguai, Austrália, Nova Zelândia, Rússia, Suíça, África do Sul e Taiwan.

Mais informações podem ser obtidas no site www.frateschi.com.br.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.