Mafra participou da 12ª edição do Jasti em Gaspar

Apesar do bom desempenho, bolão masculino e truco feminino não chegaram às finais.

Por Assessoria - 31/05/2019

A cidade de Gaspar vai ficar na memória dos atletas da terceira idade de Mafra. De 20 a 24 de maio, equipe do bolão masculino composta por Antonio Hundensky, Odair Valoja de Colo, Adilson Roessler, Álvaro José Rechetello, Rubens Antonio Taucheck e

Alcides Leite e do truco feminino com Rosinha Scheletz e Maria Noeli Krauss Smyk participaram da 12ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade de Santa Catarina (Jasti). A abertura na noite do dia 20 contou com juramento do atleta, acendimento do fogo simbólico e execução dos hinos com voz e teclados.

MISSÃO CUMPRIDA

O truco feminino foi muito disputado. A equipe mafrense ganhou três partidas na fase classificatória e uma na eliminatória. Apesar do bom desempenho, foi eliminada nas oitavas de final. Foram 31 municípios disputando esta modalidade.

O bolão masculino tentou, mas só participou da fase classificatória disputando com outros 25 municípios. Para quem acompanhou de perto os jogos, foi “pura” emoção. “O Jasti é um evento esportivo que estimula a competição entre os idosos. E estes demonstram satisfação em participar pela oportunidade de fazer amizades, de conhecer outras cidades e costumes. Eles são portadores de autoestima elevada que nos brindam com exemplos de vida que devem ser seguidos”, declarou Joci Ribas, coordenadora de Proteção Social Básica da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação/ Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos -SCFV.

O Jasti reuniu mais de 2 mil atletas a partir de 60 anos, de 178 municípios. A etapa estadual foi uma promoção do Governo do Estado, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Gaspar com apoio da Unifique e Circulo.

UM BRINDE COM CHIMARRÃO

No dia 25 aconteceu na sede do SCFV a 4ª Roda de Chimarrão, reunindo crianças e idosos, numa tarde alegre e festiva. Para alegrar o momento, houve a participação dos gaiteiros Vinicius Pettres e Luis Godeski e do violeiro Gabriel Shultz. O objetivo do evento foi o resgate cultural existente na região, reunindo amigos para ouvir música, tomar chimarrão e conversar.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.