Dicas para preparar o carro antes de vendê-lo

Por Assessoria - 16/11/2017

Pode ser para adquirir um automóvel novo porque a família cresceu e um utilitário é mais adequado, ou até para investir o dinheiro em novos empreendimentos. Vender o carro provoca uma certa apreensão. Afinal, é uma transação que demanda alguns cuidados. Contudo, preparando bem o seu veículo, fica fácil realizar uma transação justa e sem complicações.

Para ajudá-lo(a), separamos algumas dicas importantes. Confira.

1.  Prepare seu veículo para a venda a partir do momento que você o adquire

O carro pode vir com aquele cheirinho de novo ou ser bem usado, em algum momento você vai acabar negociando seu automóvel. Por isso, a dica é: mantenha bem o seu automóvel. Da limpeza do dia a dia às revisões e reparos, quanto mais bem cuidado for o veículo, maior será o valor de revenda.

2. Faça as revisões nas concessionárias

Mesmo que seja um pouco mais caro, faça todas as revisões obrigatórias e manutenções na concessionária autorizada. O mais importante: guarde todas as notas e comprovantes de serviços. Isso prova que você realizou o trabalho com equipe capacitada e utilizou peças e equipamentos originais.

3. Faça uma revisão completa

Verifique óleo, pastilhas de freio, fluidos, filtros e lubrificantes. Faça aquela revisão que vai deixar o carro no ponto para o próximo cliente. Mas foque no que vai interferir no desempenho do carro. Se os pneus estiverem em bom estado, não precisa trocá-los. O mesmo vale para reparos de pequenos riscos e amassados.

4. Guarde o manual e a chave extra

O manual do veículo tem os carimbos das revisões obrigatórias e garantem uma valorização maior do veículo. Assim como a chave reserva é uma peça bem considerada na hora de calcular o valor do automóvel.

5. Mantenha o máximo de peças originais

Por mais bonitas e interessantes que sejam as customizações, retire todas que puder, pois reduzem o valor de mercado do seu veículo. Por outro lado, acessórios originais, como vidros elétricos, ar condicionado e outras melhorias oferecidas pelo fabricante do automóvel são bem-vindas.

6. Prepare a documentação

Para realizar uma transferência de automóvel com segurança e garantia às partes envolvidas, é importante separar e verificar a validade do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), do Certificado de Registro de Veículo (CRV) e confirmar o pagamento das taxas do IPVA, do Seguro Obrigatório (DPVAT) e de licenciamento e multas.

7.  Tem um seminovo? Não tenha medo de vender

Negocie seu automóvel antes de ele sair de linha ou ser reestruturado. Versões “antigas” dos veículos perdem valor muito rápido. O mesmo vale para a garantia do seu carro. Se possível, troque de automóvel antes de a garantia expirar.

8.  Tenha um seguro automotivo

Nossa primeira dica foi sobre cuidar sempre do carro. E não é essa a especialidade de uma boa seguradora é capaz de fazer? Seja em caso de acidentes ou panes, o suporte de uma companhia de seguro de carros (saiba mais) garante que seu carro será cuidado por profissionais qualificados, com peças originais e sem “gambiarras” e “remendos” que podem danificar seu veículo e prejudicar a sua segurança e a do(a) próximo(a) motorista.

Cuidar bem do automóvel todos os dias, com o suporte de profissionais certificados e de uma empresa de seguros automotivos reconhecida, é a melhor maneira de preparar seu carro antes de vendê-lo.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.