Escola Beija Flor repete sucesso e traz dois planetários móveis para a Semana de Astronomia

A semana consta de várias atividades relacionadas com o tema, culminando com a prova da Olimpíada Brasileira de Astronomia

Por Gazeta de Riomafra - 15/05/2019

O CEM Beija Flor realiza, pelo segundo ano consecutivo, a Semana de Astronomia, de 13 a 17 de maio, trazendo nesta edição dois planetários para visitação de alunos das escolas da rede municipal de ensino e também da comunidade.  Há 15 anos a escola participa da Olimpíada Brasileira de Astronomia e esse é o segundo ano que traz o planetário. Quem percorre os corredores do Beija-Flor tem ainda a oportunidade de apreciar diversos trabalhosrelacionados ao tema, produzidos pelos alunos.

O idealizador da semana, professor Valmor Henrique de Mello, explicou que o objetivo é incitar os alunos à pesquisa e mostrar que o mundo não se resume ao espaço familiar ou escolar, mas que ele é muito maior, que vai além dessas fronteiras.  Ele explicou que no mês de novembro a escola levará os alunos para conhecer o Planetário do Colégio Estadual do Paraná.

A semana consta de várias atividades relacionadas com o tema, culminando com a prova da Olimpíada Brasileira de Astronomia. No dia 13, no Planetário, cerca de 700 alunos passaram pelas sessões de 45 minutos de duração cada.  No interior, alunos da Escola Mario de Oliveira Goldner, General Osório e Beija Flora assistiram as projeções do céu estrelado e ouviram explicações sobre o que é astronomia, constelações, sobre todos os planetas do sistema solar, sondas, asteróides e cometas e ainda sobre o sol e a lua.

PASSEIO POR PLANETAS E CONSTELAÇÕES

No planetário todas as explicações foram feitas pelo professor de física e astronomia, Paulo Roberto Lagos, que além de falar sobre os pontos cardeais e as estações do ano, passou pelas constelações, satélites, eclipses e a lua, e ainda aproveitou para aconselhar aos alunos sobre a importância da leitura. “A leitura é libertadora, te leva para qualquer lugar do universo sem sair de casa, por isso leiam muito”, aconselhou.

A aluna Renata Good, de 9 anos, que está no 4º ano da escola Beija-Flor, achou tudo bem legal e divertido, mas apesar de ter gosta muito, não quer ser astronauta quando crescer. Quer ser advogada. Já a aluna Rayane Karoline Wieler, de 9 anos, que também está no 4º ano, mas na escola General Osório, disse que gostou muito das projeções, dos planetas e das constelações, e que está em dúvida entre ser professora de artes ou astronauta.

MOSTRA BRASILEIRA DE FOGUETE

No dia 14 aconteceu uma aula com o professor Everton Wilner, biólogo e paleontólogo, com mestrado e doutorado e experiências na área de geociências, ciências naturais e educação. No dia 15 acontecera a Mostra Brasileira de Foguete MOBFOG e oficinas com competição com escolas convidadas. À noite terá aula noturna para a comunidade. No dia 16 a mostra será dedicada à Educação Infantil e no dia 17 acontece a prova da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica-OBA.

A diretora da escola, Luciana Steffens, agradeceu a todos os que colaboraram para a realização da Semana da Astronomia e explicou que a experiência do Planetário amplia os conhecimentos dos alunos, complementando os conteúdos desenvolvidos em sala de aula.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.