Santa Catarina foi o terceiro estado do Brasil a concluir a apuração

Além disso, o estado teve o primeiro município do país a finalizar a contagem dos votos – Ponte Alta do Norte, concluiu a apuração às 17h12min

Por Gazeta de Riomafra - 04/10/2016

Santa Catarina foi o terceiro estado do Brasil a concluir a apuração dos votos no primeiro turno das Eleições 2016. A totalização terminou às 20h35min deste domingo, 2. A última seção a ser totalizada foi do município de Ipumirim, localizado no Oeste Catarinense. O primeiro estado brasileiro a contar todos os votos foi o Espírito Santo, seguido do Amapá.

Além disso, o estado teve o primeiro município do país a finalizar a contagem dos votos – Ponte Alta do Norte, concluiu a apuração às 17h12min. Já o município de Coronel Martins, totalizou às 17h51min, e Galvão, às 17h52min.

Dos 4.985.041 eleitores catarinenses, 86,99% compareceram às urnas, ou seja, 13,01% do eleitorado não foi votar nestas eleições.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, desembargador Cesar Augusto Mimoso Ruiz Abreu, destacou o sucesso do pleito eleitoral. “A apuração foi realizada em tempo real. Estão todos de parabéns, principalmente os eleitores, que compareceram de forma livre, responsável e exercitaram seu voto com soberania.”

Os três colégios eleitorais de SC que possuem mais de 200 mil eleitores terão segundo turno, que acontecerá daqui a três semanas, no dia 30 de outubro. Em Florianópolis, a disputa será entre Gean Loureiro (PMDB), que teve 40,39% dos votos válidos, e Ângela Amim (PP), que alcançou 24,57%. No maior colégio do estado, Joinville, Udo Dohler (PMDB), com 45,01% dos votos válidos, e Darci de Matos (PSD), com 27,53%, foram para o segundo turno. Por fim, Blumenau também escolherá o seu novo prefeito no segundo turno, entre Napoleão Bernardes (PSDB), que recebeu 44,81% dos votos válidos, e Jean Kuhlmann (PSD), que obteve 35,06%.

VOTAÇÃO

A votação das Eleições 2016 ocorreu dentro da normalidade. O último município a finalizar a votação neste domingo foi Brusque, às 17h20min. O motivo para o atraso foi uma urna eletrônica que foi substituída quase ao final da votação.

No total, 21 candidatos foram detidos nas cidades de Passo de Torres, Porto União, Laguna, Itajaí, Campo Erê, Imbituba, Sombrio (2 candidatos), Brusque, Joaçaba (2 candidatos), Balneário Camboriú, Dionísio Cerqueira (2 candidatos), São Bernardino, Balneário Rincão, Campo Belo do Sul, Rio das Antas, Jaraguá do Sul (2 candidatos) e Videira.

Com relação às ocorrências policiais, no total, 129 cidadãos foram presos no Estado. Entre os principais motivos das apreensões estão boca de urna, apreensão de valor em dinheiro, porte de arma de fogo, desordem e distribuição de material de campanha.

Segundo informações da Secretaria de Tecnologia da Informação do TRE-SC, 196 urnas tiveram que ser substituídas em 103 municípios do Estado. As urnas que apresentaram problemas foram imediatamente substituídas.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário.
Por favor, informe o seu nome.