Afinal, para que serve o abrigo de c√£es de Rio Negro e como ele funciona?

Por Everton Lisboa (Click Riomafra) - 27/03/2020
O Napoleão é um dos cães que foram resgatados e tratados pelo abrigo

Rio Negro possui um abrigo de c√£es que tem grande import√Ęncia para a cidade, j√° que realiza um trabalho volunt√°rio voltado √†s √°reas da a√ß√£o social e sa√ļde p√ļblica.

Este artigo tem como objetivo descrever como funciona o Abrigo de C√£es S√£o Francisco de Assis.

- CONTINUA AP√ďS A PUBLICIDADE -

O ABRIGO √Č DA PREFEITURA?

N√£o. O abrigo S√£o Francisco de Assis √© uma associa√ß√£o que existe h√° quase nove anos e n√£o possui fins lucrativos ou pol√≠tico-partid√°rios. Portanto, o abrigo n√£o possui v√≠nculos com a prefeitura e n√£o h√° recebimento de verba p√ļblica. Todas as atividades s√£o pagas com a ajuda de doa√ß√Ķes da popula√ß√£o. A prefeitura apenas cedeu o local onde o abrigo √© localizado.

CONCESS√ÉO DO IM√ďVEL

Em 2019 foi assinada a concess√£o do im√≥vel da Prefeitura Municipal de Rio Negro para o Abrigo de C√£es S√£o Francisco de Assis. A concess√£o proporciona a autonomia para que o abrigo continue realizando o trabalho no local, mas n√£o h√° recebimento de ajuda financeira da prefeitura ou de qualquer √≥rg√£o p√ļblico.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O ABRIGO TEM A OBRIGAÇÃO DE RECOLHER CÃES DA RUA?

Muitas pessoas confundem abrigo com ‚Äúdep√≥sito‚ÄĚ, ent√£o abandonam ou avistam um c√£o na rua e pensam que o abrigo da cidade tem a obriga√ß√£o de recolher o animal, o que n√£o √© verdade. E apenas recolher os c√£es de rua n√£o resolveria a situa√ß√£o do abandono.

O fato é: as pessoas não podem fechar os olhos para a realidade e esperar que apenas os abrigos e autoridades façam algo. Todos devem ter a atitude de salvar um animal sempre que ele está precisando de ajuda. Ao ver um animal abandonado, todo cidadão pode oferecer ou indicar um lar temporário para cuidá-lo e depois divulgar fotos nas redes sociais para que uma família o adote, caso não possa ficar com ele.

A omiss√£o de socorro n√£o pode ocorrer por parte de ningu√©m. √Č preciso que haja a conscientiza√ß√£o e atitude de todos. Todo cidad√£o pode e deve lutar para que haja melhorias nas leis de prote√ß√£o aos animais. Tamb√©m pode e deve observar as atitudes dos demais mun√≠cipes para garantir que os animais sejam tratados sempre com respeito. E deve denunciar sempre que houver maus-tratos constatados. O que n√£o pode √© ficar sem atitude e apenas reclamar nas redes sociais, desejando que a boa a√ß√£o venha de outras pessoas. Todos podem e devem agir em prol dos animais.

MAS POR QUE O ABRIGO NÃO RECOLHE MAIS CÃES?

A resposta direta para esta quest√£o √©: o abrigo n√£o √© um ‚Äúdep√≥sito de c√£es‚ÄĚ. Atualmente o abrigo S√£o Francisco de Assis est√° com sua capacidade m√°xima atingida, por isso s√£o realizadas a√ß√Ķes de ajuda nas comunidades e campanhas de divulga√ß√Ķes para que pessoas adotem os c√£es que est√£o nas ruas, ou ent√£o para que cuidem dos c√£es comunit√°rios.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Todos os c√£es que est√£o abrigados foram resgatados em situa√ß√Ķes terr√≠veis, como √© o caso do Napole√£o (foto), mas foram e muitos continuam sendo tratados com medicamentos. Todos os c√£es que est√£o no abrigo recebem os devidos cuidados/tratamentos e isso h√° custos altos todos os meses. N√£o √© poss√≠vel abrigar mais c√£es. H√° esse limite justamente porque abrigo n√£o √© sin√īnimo de ‚Äúdep√≥sito‚ÄĚ. Todos os c√£es abrigados sofreram muito e agora merecem os devidos cuidados e uma qualidade de vida digna dentro do abrigo. Apenas recolher c√£es da rua para depois deix√°-los num local sem os devidos cuidados/tratamentos n√£o √© a solu√ß√£o e seria um ato irrespons√°vel.

AJUDA FORA DO ABRIGO

Como est√° com a capacidade m√°xima atingida, o abrigo S√£o Francisco de Assis tamb√©m realiza a√ß√Ķes em comunidades da cidade de Rio Negro. Sempre na medida do poss√≠vel o abrigo paga o tratamento cl√≠nico e castra√ß√Ķes de c√£es em situa√ß√Ķes cr√≠ticas em comunidades; depois conta com a ajuda de pessoas do bem para divulgar os c√£es na tentativa de achar um lar definitivo para eles. Ao adotar um c√£o de rua, o abrigo ajuda o cidad√£o com a castra√ß√£o do animal sempre que pode.

COMO AS DOA√á√ēES RECEBIDAS S√ÉO USADAS?

Como j√° mencionado, as atividades da associa√ß√£o S√£o Francisco de Assis s√£o mantidas dentro e fora do abrigo. Portanto, √© preciso entender que as doa√ß√Ķes que o abrigo recebe n√£o ficam apenas para os c√£es que est√£o abrigados. Ou seja, al√©m de manter o local do abrigo em funcionamento para proteger os c√£es que foram resgatados e tratados (e isso gera um custo mensal alto), o abrigo S√£o Francisco de Assis tamb√©m atua constantemente nas comunidades, embora nem sempre essas a√ß√Ķes sejam divulgadas porque n√£o √© do interesse do abrigo ficar em evid√™ncia na m√≠dia. Entre os custos que o abrigo tem com as a√ß√Ķes realizadas nas comunidades est√£o: vacina√ß√Ķes, castra√ß√Ķes (para machos e f√™meas), medicamentos diversos e internamento em cl√≠nica veterin√°ria.

‚ÄúPOR TR√ĀS DAS C√āMERAS‚ÄĚ

Durante os quase nove anos de atividades do abrigo, v√°rias a√ß√Ķes j√° foram realizadas em prol da causa animal. Diversos casos extremos em diversas comunidades contaram com o importante trabalho dos volunt√°rios do abrigo. Foram v√°rios resgates em situa√ß√Ķes cr√≠ticas, tratamentos em cl√≠nica veterin√°ria e castra√ß√Ķes realizadas pelo abrigo gra√ßas a importante ajuda da popula√ß√£o, que conhece a import√Ęncia do abrigo e colabora com doa√ß√Ķes ou atitudes, dedicando boa parte do tempo para ajudar com as a√ß√Ķes.

Todas essas a√ß√Ķes s√£o realizadas constantemente. N√£o param. Mas nem todas as a√ß√Ķes s√£o divulgadas porque n√£o √© a inten√ß√£o do abrigo “aparecer na m√≠dia”. No blog e nas redes sociais do abrigo √© poss√≠vel ver diversas fotos de ‚Äúantes e depois‚ÄĚ dos cachorros que foram resgatados e tratados, al√©m de v√°rios relatos de resgates realizados, mas nem todos os casos atendidos foram divulgados.

EXEMPLO DE SUPERAÇÃO

O Napoleão é um dos cães que foram resgatados e tratados pelo abrigo. Como mostra a foto acima, ele estava em uma situação crítica quando foi resgatado no bairro Bom Jesus, em Rio Negro. Estava com sarna no corpo todo, com baixa temperatura, desfalecido e não se alimentava sozinho. Para a sua recuperação ele precisava de cuidados constantes, então uma pessoa do bem deu um lar temporário para ele. Ele tomava soro caseiro de hora em hora, e como estava com a temperatura muito baixa, era sempre preciso aquecê-lo. Em 35 dias de tratamento, o peso do Napoleão foi de 2,800 kg para 7,100 kg. Após a sua recuperação ele foi adotado e hoje vive feliz com a nova família.

A√á√ēES RECENTES

Mesmo neste per√≠odo de quarentena estipulado para manter a preven√ß√£o ao Coronav√≠rus, o abrigo n√£o fecha os olhos para a causa animal. Como j√° citado, em casos cr√≠ticos e extremos o abrigo ajuda com o tratamento necess√°rio para a recupera√ß√£o do animal. H√° casos recentes de resgate e ajuda com tratamento cl√≠nico que podem ser conferidos nas redes sociais do abrigo. Al√©m disso, todos os casos atendidos ‚Äď divulgados ou n√£o ‚Äď podem ser consultados diretamente com a diretoria do abrigo sempre que algu√©m desejar acompanhar as a√ß√Ķes que est√£o sendo realizadas. Estes s√£o apenas dois exemplos de casos recentes:

Tratamento ‚Äď Este cachorro √© de rua e vive no bairro Alto, em Rio Negro. Atualmente ele est√° sendo tratado por uma cidad√£ do bem e seu esposo com a ajuda do abrigo, que est√° custeando os medicamentos e realizar√° a castra√ß√£o assim que ele se recuperar totalmente. O cachorro ficou sofrendo por um bom tempo at√© a cidad√£ o encontrar j√° em situa√ß√£o cr√≠tica. A bicheira estava comendo aos poucos a cabe√ßa do animal, sendo que infelizmente o cachorro j√° perdeu uma das orelhas por causa disso. Provavelmente muitas pessoas passaram por ele e pensaram: ‚Äúcoitado, que d√≥‚ÄĚ, mas n√£o tiveram a atitude de resgatar e tratar o animal. Felizmente esta cidad√£ do bem o encontrou a tempo de mant√™-lo vivo para ser recuperado. H√° graves ferimentos expostos em toda a cabe√ßa do cachorro, mas com a ajuda do abrigo a cidad√£ est√° medicando-o diariamente, al√©m de aliment√°-lo. Tem tudo para o cachorro se recuperar bem gra√ßas √† ajuda da cidad√£ do bem e seu esposo que possuem atitude e a colabora√ß√£o do abrigo que n√£o fecha os olhos para situa√ß√Ķes extremas como esta.

Resgate ‚Äď A Clara foi resgatada nesta semana em um terreno no bairro Campo do Gado, em Rio Negro, ap√≥s o abrigo receber o pedido de ajuda. Os volunt√°rios foram at√© o local e a salvaram. Ela estava com bastante sarna, magra e desnutrida. Atualmente est√° internada em cl√≠nica veterin√°ria. O abrigo est√° custeando todos os custos do tratamento que durar√° em torno de dois meses, conforme for a sua recupera√ß√£o. Ap√≥s se recuperar a Clara ser√° adotada e o abrigo pagar√° a castra√ß√£o.

PRESTAÇÃO DE CONTAS

Tudo que o abrigo realiza est√° dentro das normalidades e sempre h√° presta√ß√£o de contas. O abrigo atende a todas as burocracias para que se mantenha ativo e possa receber ajuda do programa Nota Paran√°, por exemplo, que √© uma ajuda recente. Muito antes de surgir este programa o abrigo realizou diversas a√ß√Ķes contando com o apoio de doadores e dos volunt√°rios, que n√£o recebem valor financeiro algum para cuidar dos c√£es. Pelo contr√°rio: todos os volunt√°rios pagam com o dinheiro pr√≥prio as despesas que possuem ao ajudar o abrigo. Nada √© tirado do caixa do abrigo, que tem como finalidade atender somente aos c√£es que est√£o abrigados e os c√£es em situa√ß√Ķes cr√≠ticas em comunidades da cidade de Rio Negro, conforme j√° citado.

CREDIBILIDADE

Usando o Nota Paran√°, as pessoas de bem doam as notas fiscais ao abrigo porque sabem que √© uma Ong com credibilidade. O pr√≥prio programa ‚Äď que √© mantido pelo Governo do Estado do Paran√° ‚Äď credenciou o abrigo porque constatou que √© uma associa√ß√£o s√©ria e que h√° a presta√ß√£o de contas realizada de forma id√īnea.

Devido a pandemia do Coronav√≠rus, atualmente os sorteios do Nota Paran√° est√£o cancelados, o que afeta todas as Ongs cadastradas no programa. Al√©m disso, o Nota Paran√° tamb√©m foi reformulado recentemente, ent√£o a partir deste ano h√° uma redu√ß√£o dr√°stica do valor repassado √†s institui√ß√Ķes. Portanto, o abrigo e todas as demais institui√ß√Ķes beneficiadas dever√£o ter um controle de gasto maior neste momento. √Č importante ressaltar que nenhuma institui√ß√£o ‚Äúganha‚ÄĚ dinheiro do Nota Paran√°, mas sim conquista esta ajuda, pois os volunt√°rios do abrigo dedicam bastante tempo do cotidiano para coletar as notas nos estabelecimentos comerciais e depois dedicam mais tempo ainda para cadastrar cada nota no sistema. Sendo assim, esta ajuda √© fruto da dedica√ß√£o dos volunt√°rios do abrigo.

Tamb√©m h√° pessoas de bem que doam atrav√©s do troco solid√°rio, deixando suas moedinhas nos cofres do abrigo que est√£o espalhados em estabelecimentos comerciais, ou ent√£o doam mensalmente R$ 5,00 atrav√©s de um carn√™ que pode ser obtido na Cl√≠nica Crie Bem. Tamb√©m h√° pessoas que doam ra√ß√£o ou materiais de limpeza ao abrigo. Todos colaboram porque sabem da import√Ęncia do abrigo e conseguem ver na pr√°tica a compet√™ncia e a credibilidade que a associa√ß√£o mantem desde o in√≠cio das suas atividades. Todos podem colaborar. Toda ajuda √© bem-vinda e quem ganha com isso s√£o os c√£es que tanto precisam de ajuda.

- Publicidade -
COMPARTILHE

PUBLIQUE UM COMENT√ĀRIO

Por favor, digite o seu coment√°rio.
Por favor, informe o seu nome.