Quarta-feira 24 de junho de 2020

Publicado por Trombelhudo - 24/06/2020 - 10h10

Salve… Salve! Meus queridos leitores de Riomafra e região!

Cá estamos nós dando meus “pitacos” aqui no “mais lido”! Gostem ou não gostem aqui “mandamos ver” em favor do meu povão que só se “ferra” neste sistema podre e que só suga o cidadão trabalhador e de bem neste país!

E as peças no tabuleiro no jogo do poder entre Bolsonaro e o STF, não param de se movimentar! Prisão de Queiroz e buscas e apreensões em sua casa, inquéritos da fake News e manifestações antidemocráticas, julgamento da chapa dele de Mourão pelo TSE, onde ele poderá ser cassado e tudo mais… São indícios de que os “capas pretas” não estão para brincadeira e isto tudo, poderá custar caro para o Bolsonaro.

Em contrapartida o Bozo também contra-ataca, e poderemos ter em breve pacote jurídico contra o STF vindo do palácio do planalto…

Agora, sem tomar partido nesta briga pelo poder que sou contra, uma coisa eu sempre questionei: Por que os ministros do STF também não são eleitos pelo povo? Assim como o presidente de certa forma, também ocupa um cargo técnico e tem que saber administrar o pais, os deputados e senadores, tem saber legislar…  são cargos eletivos, os ministros também deveriam ser eleitos pelo povo e sofrer as mesmas sansões do que os integrantes do executivo e legislativo estão sujeitas!

Então, assim como escolhemos quem vai governar e legislar por nós cidadãos, também deveríamos escolher que vai nos julgar a todos também?

Aliás, você sabe como os ministros do STF são eleitos? Não? Vou tentar explicar em poucas linhas…

Depois de aprovada a escolha pela maioria absoluta do Senado Federal, os indicados são nomeados ministros pelo presidente da República… O presidente e o vice-presidente do STF são eleitos por seus pares, em votação secreta, para um mandato de dois anos… Você acha certo como é isto é feito? Pois eu não concordo!

Isto não é um ato verdadeiramente democrático e muito menos transparente! Logo para eles que se intitulam os verdadeiros guardiões da constituição, pregam a democracia e dão a palavra final no julgamento de quase tudo!

Afinal a máxima não é que todo poder emana do povo e em seu nome ele deverá ser exercido? Então, já que o próprio TSE e o próprio STF defendem tanto o poder e valor do voto, por quê não o praticam de fato também?

Mas enfim, voltado ao contexto inicial, da guerra dos poderes, estão cada vez mais se digladiando para ver quem têm mais “tinta na caneta”, enquanto isto o povo está na míngua, o coronavírus continua cada vez mais forte e as empresas estão quebrando e cada vez mais pessoas estão desempregadas e famílias passando fome no Brasil e o que nossos poderes constituídos estão fazendo de nobre? Nada!

Porque eles não abrem mão de seus altos salários e benesses em favor dos que estão sendo verdadeiramente afetados pela pandemia?

Bolsonaro só fica no discurso, na prática, quase nada têm feito, principalmente em favor das empresas que estão quebrando. O seu ministro, Paulo Guedes amiguinho dos bancos, só pensa nos grandes, que na verdade não são os que precisam dos recursos, mas sim os microempresários que estão com corda no pescoço e não têm a quem recorrer e são esfolados pelos bancos e demais instituições de crédito, que aliás com ajuda do governo.

Um monte de benefícios e restrições que previa a medida de socorro as empresas e aos demais trabalhadores informais, foi cortada (vetada) pelo presidente quando chegou em suas mãos para sancionar, aí fica dando o discurso de que as empresas estão quebrando devido ao isolamento social. Só que quando chegou nas suas mãos o que ele fez? Cortou de vez o pescoço dos pequenos empresários brasileiros e vetou a maioria dos benefícios e restrições para dificultar o crédito dos que mais precisavam!

Vamos em frente… Falar aqui de Riomafra e região!

E os casos de coronavírus estão aumentando em Riomafra, e as festinhas clandestinas com aglomerações também, principalmente em Rio Negro, que pelo jeito a fiscalização é zero pelo executivo! A cada semana recebemos “fotinhas” de festinhas pela cidade! Até o “cara” que é de confiança do Paizani vai nas ditas festinhas, como que o executivo vai ter moral para fiscalizar e fazer algo?

Agora encabeçou a ideia de criar a lei seca em Riomafra, mas se não conseguem nem fiscalizar controlar as festinhas fantasmas e seus comissionados “de confiança”, como que o executivo rionegrense vai conseguir fiscalizar os bares, se nem policiais quase têm no município, devido a inoperância dos políticos locais?

Ou vão pedir para a PM de Mafra ir para Rio Negro fiscalizar?

Outra coisa é o tal do transporte coletivo alternativo que não está funcionando muito bem! Muitas reclamações chegando até nós…

Segundo muitos usuários, não estão sendo respeitados a questão do distanciamento dentro de algumas vans e ônibus, onde foram vistos pessoas sentadas lado a lado, principalmente nos ônibus! Sendo assim, se questiona se estão cumprindo a quantidade correta de passageiros que podem ser transportados?

Outra coisa é que pelo jeito esqueceram que existe a lei do idoso, que aliás é federal, principalmente em Mafra, onde existe uma lei municipal nº 3441 de dezembro de 2009 onde diz que pessoas com mais de 60 anos estão isentas do pagamento do transporte público no município.

Será que os donos de vans e de ônibus acham que não precisam cumprir a lei de gratuidade aos idosos? A lei é para todos e tem que ser cumprida, não precisa a Prefeitura avisar eles… Quem está no ramo têm que se enquadrar e saber da lei inerentes ao seu ramo de atividade… Não adianta dar uma de “João sem braço” e arrumar desculpas que precisa de carteirinha do idoso e tudo mais, pois o próprio documento de identidade é documento apropriado e legítimo para comprovar que o idoso tem acima de 60 anos e não precisa pagar o transporte público…

Portando estão avisados e os idosos que façam valer o seu direito! Estamos de olho e vamos fazer reportagem a respeito se a lei não for cumprida! Tenho dito!

Por hoje ficamos por aqui! Um abraço a todos e cuidem-se bem! Até uma próxima…

- Publicidade -

ENVIE UM COMENTÁRIO

IMPORTANTE: O Click Riomafra não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários publicados pelos seus usuários. Todos os comentários que estão de acordo com a política de privacidade do site são publicados após uma moderação.