Quarta-feira 04 de setembro de 2019

Publicado por Trombelhudo - 04/09/2019 - 12h47

Ol√° gente querida da minha maravilhosa Riomafra… Salve, salve!

Pois √©, neste domingo a nossa Mafra estar√° em festa, completando seus 102 anos de emancipa√ß√£o pol√≠tica…

J√°, neste dia 07, comemoramos os 197 anos da independ√™ncia do nosso Brasil…

Todos os anos na v√©spera do anivers√°rio de Mafra, fazemos uma s√©rie de reflex√Ķes e cobran√ßas aqui nesta coluna, no sentido de analisar e encetar nossa sociedade e em nossos pol√≠ticos melhorias para que nossa Mafra possa ser cada vez melhor!

Ent√£o, no ano passado, nesta mesma √©poca, cobramos nesta coluna v√°rias situa√ß√Ķes, para que para voltarmos a ser a ‚ÄúP√©rola do Planalto…‚ÄĚ

Escrevemos e cobramos que t√≠nhamos que primeiramente, eleger um deputado estadual por Mafra, sen√£o iriamos novamente ‚Äúpedalar‚ÄĚ e at√© decair do patamar que est√°vamos, justamente devido a uma poss√≠vel mudan√ßa no governo do estado, que poderia ocorrer uma incerteza, j√° que, a era dourada de Luiz Henrique Silveira e Colombo estava acabando e a incerteza do futuro governo com rela√ß√£o a Mafra, pairava no ar, sendo assim era indispens√°vel um representante na assembleia estadual para olhar por Mafra e regi√£o…

Bingo! Hoje estamos a√≠ vendo que as minhas previs√Ķes e preocupa√ß√Ķes novamente acertaram ‚Äúna mosca…‚ÄĚ Resultado: n√£o elegemos nosso representante e o novo governador parece que nem sabe onde fica Mafra, tanto √© que j√° come√ßou a ‚Äúdepenar‚ÄĚ os √≥rg√£os p√ļblicos daqui em dire√ß√£o a Canoinhas e a outros centros maiores! E agora?

Mas se tiv√©ssemos pol√≠ticos que realmente pensassem em Mafra e exclusivamente nos mafrenses conseguir√≠amos, com folga, eleger um representante na ALESC e com certeza a hist√≥ria seria outra e ao contr√°rio, poder√≠amos continuar na ‚Äúcrista da onda‚ÄĚ na regi√£o do planalto norte catarinense…

Gra√ßas ao ego de nossos pol√≠ticos e seus partidos, que s√≥ pensam no seu pr√≥prio umbigo, nossa ‚Äúp√©rola do planalto‚ÄĚ est√° ficando cada vez mais apagada! Tamb√©m gra√ßas a muitos eleitores e entidades de classe, clube de servi√ßos que parecem que ‚Äújogaram a toalha‚ÄĚ e desistiram de brigar de fato para termos um leg√≠timo representante no parlamento catarinense, estamos amargando novamente situa√ß√Ķes como esta que ocorriam no passado… Lament√°vel!

Acho que só está vindo novas empresas para cá devido a nossa localização geográfica que é privilegiada e mão de obra que é barata, senão, não sei se viriam novas e as que já estão aqui seriam capaz de ir embora?

Outra coisa, independente de tudo isto, escrito acima, Mafra precisa se reinventar! J√° estamos com 102 anos e parece que pouco evolu√≠mos… O tr√Ęnsito, a cultura os h√°bitos antiquados e muitas outras situa√ß√Ķes, parecem que n√£o evoluem por aqui… Vai governo e vem governo… vem legisladores e vai legisladores… e parece que tudo isto continua no mesmo!

Bem, enquanto o poder econ√īmico e pol√≠tico estiver concentrado nas m√£os dos mesmos ‚Äúcaciques riomafrenses‚ÄĚ, pouco ou nada haveremos de evoluir, pois pouco interessa a eles que realmente ocorra o real desenvolvimento de Mafra e muito menos, que venham novas empresas para c√°! A mentalidade do ‚Äúextrativismo‚ÄĚ continua forte e predominante por Riomafra… Infelizmente!

Cabe a n√≥s sociedade mudarmos isto, olharmos para dentro de n√≥s mesmos e ter mais atitude e participa√ß√£o no atual contexto, principalmente na pol√≠tica local que pelo jeito estes ‚Äúpoderosos‚ÄĚ est√£o desembarcando mais fortes nas pr√≥ximas elei√ß√Ķes municipais…

Fiquem atentos, pois os caras que n√£o deixam novas empresas entrar em Mafra, como a Havan por exemplo, s√£o os que est√£o de olho no poder, para dominar de vez o poder econ√īmico e pol√≠tico de Mafra, para se utilizar do poder p√ļblico para se fortalecerem ainda mais tirar proveito √ļnico e exclusivo pr√≥prio! Fiquem de olho mafrenses, por tr√°s de alguns presidentes e ‚Äúdonos de partidos‚ÄĚ por aqui e vejam a ‚Äútrama‚ÄĚ que est√° se armando para as elei√ß√Ķes municipais do ano que vem… Alerta!

Acredito que n√£o s√£o estes tipos de mandat√°rios e caciques pol√≠ticos que far√£o nossa Mafra voltar a ser a ‚ÄúP√©rola do Planalto‚ÄĚ dos pr√≥ximos anos… Muito pelo contr√°rio!

Nas pr√≥ximas edi√ß√Ķes estarei alertando cada vez mais sobre isto… Me aguardem!

Tamb√©m para Mafra crescer precisa de Rio Negro, vice-versa. Poucas iniciativas e a√ß√Ķes vemos de ambos os poderes p√ļblicos, onde as cidades irm√£s deveriam crescer juntas. N√£o importa que √© outro estado, para o crescimento e solu√ß√£o de problemas comuns n√£o h√° barreiras, quando os legisladores e administradores assim o querem! Muitas coisas poderiam ser feitas em conjunto para o maior desenvolvimento da nossa Riomafra! Quando nossos pol√≠ticos ir√£o pensar desta forma? O tempo est√° passando, mas parece que ele est√° separando cada vez mais as cidades que s√£o conhecidas como ‚Äúirm√£s‚ÄĚ!

Enfim, não poderia deixar de abordar também a tão importante data de 7 de setembro, onde comemoramos os 197 anos da independência do Brasil!

Meu Deus, que √©poca para se comemorar uma data t√£o importante destas… A Amaz√īnia em chamas o Brasil pegando fogo… Com governo destes que prega democracia, mas imp√Ķe a todo o custo o seu autoritarismo?

O que falar nesta data? Faltariam p√°ginas e p√°ginas para expressar tudo o que penso!

At√© questiono de quem somos independentes? De Portugal? E da√≠? Mas hoje somos ‚Äúdependentes‚ÄĚ deste sistema que nos usurpa e nos escraviza, destes pol√≠ticos que s√≥ nos usam para se eleger e ficar no ‚Äúpuleiro do poder‚ÄĚ ganhando um monte de $$$$ para nos ferrar? E n√≥s aqui brigando por eles ainda, achando que um melhor do que outro… acreditando que um ‚Äúmito‚ÄĚ e outro ‚Äú√≠cone da classe trabalhadora…‚ÄĚ Santa burrice deste povo que gosta de ser usado por este sistema e ainda briga com unhas e dentes para ele continuar, achando que se trata de uma democracia… Vivemos sim √© numa: ‚Äúdem√īniocracia‚ÄĚ, isto sim!

Afinal de contas, cad√™ de fato a nossa independ√™ncia? Se livramos de Portugal e ca√≠mos na m√£o do nosso pr√≥prio infort√ļnio?

Quem nem diz o ditado: ‚ÄúDesse jeito, seria melhor devolver o Brasil para os √≠ndios, os leg√≠timos donos desta terra, agora sem lei e justi√ßa…‚ÄĚ

Uma boa semana, um bom feriado a todos, cuidem-se bem, boa festan√ßa a todos em comemora√ß√£o aos 102 anos de Mafra, por√©m: moderem e sem excessos, pois a divers√£o tua, vai at√© onde come√ßa o direito do outro…

Até a próxima!

- Publicidade -

ENVIE UM COMENTÁRIO

IMPORTANTE: O Click Riomafra não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários publicados pelos seus usuários. Todos os comentários que estão de acordo com a política de privacidade do site são publicados após uma moderação.