Quarta-feira 24 de janeiro de 2018

Publicado por Trombelhudo - 24/01/2018 - 19h22

Cá estamos nós aqui pessoal, em mais uma edição do “mais lido” procurando com imparcialidade, contar o que muitos não querem ou tem medo de contar e da mesma forma, opinar…

Então minha gente! Hoje é o grande dia em que justiça vai dar decidir em Porto Alegre se Lula é culpado o não, se vai o não para o “xadrez” no caso “tríplex” na Operação Lava Jato.

Lembrando que em primeira decisão o juiz Sergio Moro condenou Lula em Curitiba a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro. Porém hoje será julgado o recurso de Lula contra a decisão de Moro.

A acusação é pela ocultação da propriedade de uma cobertura triplex em Guarujá, no litoral paulista, recebida como propina da empreiteira OAS, em troca de favores na Petrobras.

É a primeira vez, na história, que um presidente da República é condenado por um crime comum no Brasil. A sentença foi publicada nesta quarta-feira (12) e permite que o ex-presidente recorra em liberdade.

O juiz Moro não quis prender Lula na época, por “prudência”. Porém o juiz ressalta que houve condutas inapropriadas por parte da defesa de Lula que revelam tentativa de intimidação da Justiça e, por isso, até caberia decretar a prisão preventiva do ex-presidente na época do primeiro julgamento.

Caso a sentença do juiz Sérgio Moro seja referendada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Lula ficará impedido de exercer função ou assumir cargo público período correspondente ao dobro da pena estipula a ele pelo crime de lavagem de dinheiro, que na sentença é de três anos e seis meses. (Esta pena, contudo, será definida quando não houver mais possibilidade de recursos). Além de poder ser decretada a prisão de Lula, além de perder os direitos políticos e não poder sair candidato a presidente nestas eleições.

Na época quando Moro exarou sua sentença, utilizou a famosa frase do escritor britânico Thomas Fuller: “Não importa o quão alto você esteja, a lei está acima de você”.

Pois é! Só que na minha modéstia opinião o momento adequado de prender Lula, já passou. Se prendê-lo agora em ano eleitoral onde ele já declarou candidato vai dar uma grande comoção neste pais, imagine a reação dos petistas mais radicais se Lula for preso agora? Este pais poderá cair numa violência generalizada inimaginável! Não gosto nem de pensar…

E aí façam suas apostas, qual será o julgamento do Lula? Na minha modéstia opinião, pela quantidade de seguranças que está lá em Porto Alegre, depois das supostas ameaças de alguns admiradores de Lula a justiça, acho que dificilmente os ministros que são ainda mais rigorosos, irão ir contra a sentença de Moro. Se de um lado poderá dar comoção social se prender Lula, pior ainda será se livrá-lo, aí a comoção por parte da maioria dos brasileiros será pior ainda, sem falar na desmoralização do judiciário.

Penso que Lula será condenado e perderá seus direitos políticos, mas dificilmente será preso neste momento, antes do último recurso no STF que poderá demorar anos o que deverá acontecer para acalmar os ânimos de todos! É a minha opinião!

Falando nisto, até aqui em Mafra teve manifestação para a prisão do Lula Molusco na frente da Justiça Federal, onde os manifestantes do Vem Pra Rua Riomafra organizaram um manifesto pedindo a prisão do mesmo.

Teve gente que não gostou, porém se alguém ou algum grupo se manifesta, dizem que não tem o que fazer se não se manifesta grande parte da sociedade critica, que ninguém faz nada e tem medo de se manifestar, por isto que o Brasil está do jeito que está… Vai entender este povo? É lógico que os petistas “lulistas” de Riomafra não gostaram. Porém, toda a manifestação “saudável” é necessária e traz sim benefícios a sociedade estimulando a democracia. Parabéns!

Vamos em frente…

Na coluna da semana passada, cobramos de nossas autoridades, várias questões que ficam esquecidas de ano para ano, como a terceira ponte, trânsito, estacionamento rotativo, segurança e tudo mais…

Porém vi que os dois presidentes se reuniram duas vezes desde então, para tratar destes assuntos, inclusive ser reuniram com o pessoal do Denit para tratar a viabilidade da terceira ponte… Muito bem! Parabéns ao Adilson e ao Gari por “ouvir nossas preces” e já nos primeiros atos de seus mandatos enquanto presidentes do legislativo, mostraram que estão mesmo dispostos a fazer a diferença nestas questões muito importante aos riomafrenses. Parabéns! Espero que continuem com esta garra e o firme propósito de ir em frente!

Também esperamos que os demais vereadores apoiem estas iniciativas e da mesma forma se engajem nestas na solução destes problemas que já estão há quase uma década sendo cobrados por nós…

Agora de nada adianta se o Gaiteiro e o Mirto, não sentarem também para tratar juntos destas questões… Na verdade a iniciativa deveria partir deles… Porém o primeiro passo foi dado, esperamos que não seja mera empolgação de início de mandato e de gestão! Vamos torcer e apoiar…

Agora voltando a falar da frase da nossa manchete de quarta-feira da semana passada: Ano Novo e problemas antigos… A coisa tem que acontecer, principalmente em Rio Negro na questão da segurança, saúde e investimento na geração de novos empregos por parte do Paizani e seus fiéis escudeiros vereadores…

Não dá mais para continuar com esta sensação de insegurança em Rio Negro… Cada vez que leio as páginas policiais aqui da Gazeta, me arrepio e sinto pena do cidadão de bem e trabalhador rionegrense…

Este ano tem que parar o blá-blá-blá e sessão de fotos do prefeito, secretários e vereadores com governador, secretário de Segurança enrolando o povo e algo de efetivo tem que ser feito! Não dá mais para esperar as promessas das autoridades do estado em melhorar a segurança do município. O prefeito tem que bater no peito e tomar as rédeas da situação e fazer algo junto com a Câmera. Nem que seja feita a criação da guarda municipal ou coisa parecida. Volto a escrever a mesma frase de sempre: o problema da segurança é nossa, se o estado enrola os políticos rionengrenses por falta de liderança e representatividade, algo tem que ser feito via município.

Como é que em Mafra, o Gaiteiro deu um jeito e arrumou viatura para a PM para o patrulhamento rural com dinheiro do município? Também foram atrás e vieram mais policiais para cá?

Como que a administração rionengrense que vive se vangloriando que tem dinheiro em caixa sobrando todo ano, não consegue sequer doar uma viatura para a PM e para PC? Será que é falta de vontade mesmo e daí ficam se desculpando na falta de apoio do Estado na área de segurança?

Na semana que vem vamos falar mais sobre a falta de investimentos também nas áreas de saúde, educação e as cobranças de asfalto da população que vem praticamente de graça do estado.

Pessoal! Por hoje ficamos por aqui. Até a próxima semana, um grande abraço a todos e cuidem-se bem!

 

- Publicidade -

ENVIE UM COMENTÁRIO

IMPORTANTE: O Click Riomafra não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários publicados pelos seus usuários. Todos os comentários que estão de acordo com a política de privacidade do site são publicados após uma moderação.