Quarta-feira 25 de setembro de 2019

Publicado por Trombelhudo - 25/09/2019 - 11h07

Olá pessoal de Riomafra e região!  Como estão todos… Depois do vendaval, granizo, chuva, frio… nas últimas semana, todos firmes e fortes ainda?

Espero que sim! Pois a caminhada continua né? Que nem diz o ditado, “…Não tá morto quem peleia!” “Temos que lutar nem que seja com toco do facão…” E assim por diante…!

Então vamos lá!

Meu Deus… Bolsonaro discursando na ONU, isto me dá “três tipos de medo e de arrepio…”

Mas enfim, até que ele não foi tão mal assim… Se por um lado ele costume atacou a França e a mídia e disse que alguns dos países europeus insistem em falar mentiras sobre a Amazônia sem conhecer a verdadeira realidade…

Acho que erroneamente “lava roupas sujas” da política e situações do Brasil lá fora, expondo ainda mais nossa imagem sem necessidade…

Por outro lado, ele foi bem ao defender a soberania do Brasil sobre a Amazônia, dizendo que a maior floresta tropical do mundo não é “um patrimônio mundial”, e sim do Brasil.

Também denunciou que há governos estrangeiros que se aproveitam de líderes indígenas, como o cacique Raoni, da tribo kayapó, usando-os como “peça de manobra (…) na sua guerra informacional para avançar seus interesses na Amazônia”.

Acusou os governos estrangeiros de se portarem “de forma desrespeitosa, com espírito colonialista”.

Por outro lado, desde que assumiu o cargo, Bolsonaro é acusado de ameaçar a Amazônia e os povos indígenas em benefício das indústrias de mineração, agricultura e silvicultura, que o apoiaram durante sua campanha.

Enquanto fazia seu discurso, Bolsonaro foi alvo de protestos do lado de fora do prédio da ONU.

Acho que o Bolsa tem que ser mais preparado para estes embates, não adianta querer brigar e bater de frente com os países europeus, tem que ser mais diplomático e estratégico, até porquê, o Brasil não é autossuficiente em quase nada e depende muito dos países mais ricos da Europa e não pode ficar cada vez mais refém dos EUA. Talvez seja justamente isto que o Trump quer, instigando o presidente brasileiro ir na linha de frente brigando com todo mundo e ficamos cada vez mais refém dos americanos, igual aconteceu na segunda guerra, onde nossos soldados iam na linha de frente da batalha enquanto os espertalhões dos americanos iam com os blindados atrás e os aviões na boa, passando por cima dos cadáveres dos bravos combatentes brasileiros mortos pelo inimigo postos na linha de frente do combate!

Não se trata de uma guerra, mas a estratégia é igual, somos sempre usados como “bucha de canhão” para eles se darem bem! Ou você acha que o Trump é amigão do Bolsa e do Brasil? Tem que tomar cuidado, pois no fundo, todos estão de olho nas riquezas do Brasil e principalmente na Amazônia. Na real? Não temos amigos, vivemos num mundo predatório onde os abutres estão cada vez mais sobrevoando nosso pais, beliscando a carcaça do nosso Brasil que nossos governantes estão deixando!

Em meio a tudo isto, a coisa vai descambando aqui no Brasil, o Congresso brasileiro, eleito por você eleitor, que insiste em apertar a teclinha verde na urna eletrônica, cada vez mais ignora a vontade do povo brasileiro que os elege e paga seus altos salários e mordomias, legisla em causa própria fazendo o que bem entende com a confiança depositada nas urnas pelos milhões de eleitores brasileiros…

Cada dia votam ao seu bel prazer leis contra nós e cada vez menos escutam o povo que os elegeu, ou seja, não estão nem aí com os trouxas que os colocaram lá!

Como por exemplo, a Câmara acaba de aprovar com pouca discussão e a toque de caixa, o projeto que abre a possibilidade de uso de Caixa 2 e permite ampliar o fundo que bancará as eleições de 2020. Um retrocesso eleitoral jamais visto nos dias atuais!

A decisão final sobre a lei ficará com o presidente Jair Bolsonaro, que poderá vetar alguns itens. A norma precisa ser sancionada até 4 de outubro para surtir efeito para as próximas eleições. Cabe a Bolsonaro ser coerente com o discurso de campanha e com o posicionamento do seu partido e vetar ao menos os pontos que mantém abertas as portas para o Caixa 2.

O negócio agora é aguardar!

Vamos em frente…

E por Riomafra, o “bicho também tá pegando…”

Em Mafra principalmente, é pedido de impeachment, contra o presidente da Câmara Valdir, exonerações e broncas no IPMM (Instituto de Previdência do Município de Mafra), dois candidatos a conselheiros tutelar na iminência de terem suas candidaturas casadas… O clima tá pesado!

Com relação ao pedido de impeachment do Valdir, deve ter conotação política, por trás? Com certeza a vítima não iria por si só apresentar uma denúncia na Câmara, ou iria?

Já com relação ao IPMM está novela dos tais reparcelamentos vêm de longa data e o problema só aumenta e o MP não permite mais fazer novos parcelamentos…

Com relação aos conselheiros tutelares, se tal denúncia for verdadeira, não têm como entender que conselheiros a reeleição fazem campanha eleitoral em instituições públicas… Meu Deus! estão carecas de saber o que diz a legislação e ainda o fazem?

Como ingrediente apimentando a tudo isto que aconteceu nestes dias, teremos a conclusão da interdição da Seluma que em breve deverá ser divulgado também!

Que nem diz o “mala” do Galvão Bueno: “Haja coração!”

Já em Rio Negro, não deve ficar atrás… Logo teremos notícias também!

É muito pouco espaço para noticiar tantas broncas…

Enfim, vamos ficando por aqui por hora, um grande abraço a todos e cuidem-se bem e até a próxima!

- Publicidade -

ENVIE UM COMENTÁRIO

IMPORTANTE: O Click Riomafra não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários publicados pelos seus usuários. Todos os comentários que estão de acordo com a política de privacidade do site são publicados após uma moderação.