Quarta-feira 27 de novembro de 2019

Publicado por Trombelhudo - 27/11/2019 - 16h21

Gente querida de Riomafra… c√° estamos a√≠ de novo, metendo bronca nas coisas erradas e nos que sacaneiam o meu pov√£o!

Pois √©, semana passada escrevi aqui sobre os discursos do Lula que est√£o colocando gasolina no pov√£o… Mas agora parece que o governo entrou na ‚Äúpira‚ÄĚ dele, atrav√©s do imprevis√≠vel ministro Paulo Guedes dando a entender que se Lula fazer manifesta√ß√Ķes na ruas ‚Äúalgu√©m pode convocar o AI-5‚ÄĚ. J√° pensaram?

A fala de Paulo Guedes sobre o AI-5, gera uma insegurança na sociedade e principalmente nos investidores, porque usar dessa forma, mesmo para explicar o radicalismo de Lula? não faz sentido. Por que alguém vai propor um AI-5 caso o ex-presidente Lula, que eu acho que também está errado, estimule manifestação de rua? O que uma coisa tem a ver com a outra? Vamos estimular o fechamento do parlamento, dos direitos constitucionais do habeas corpus? Porque foi isso que o AI-5 fez.

Parece que ambos os lados est√£o sinalizando para a sociedade que querem uma batalha campal?!

S√≥ para refrescar a mem√≥ria do leitor, no fim de outubro, um coment√°rio do deputado Eduardo Bolsonaro, filho ‚Äú03‚ÄĚ do presidente, sobre a medida tomada pela ditadura militar causou pol√™mica e gerou repreens√Ķes de lideran√ßas pol√≠ticas e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Eduardo defendeu medidas como ‚Äúum novo AI-5‚ÄĚ para conter manifesta√ß√Ķes de rua, caso ‚Äúa esquerda radicalizasse‚ÄĚ.

Voc√™ leitor, sabe o que √© o AI-5, ou mais conhecido como ‚ÄúAnos de chumbo‚ÄĚ?

O Ato Institucional n¬ļ 5, conhecido como AI-5 e mais tarde, denominado como ‚Äúanos de chumbo‚ÄĚ foi a mais dura medida institu√≠da pela ditadura militar no Brasil, em 1968, ao revogar direitos fundamentais e delegar ao presidente da Rep√ļblica o direito de cassar mandatos de parlamentares, intervir nos munic√≠pios e estados, esvaziar garantias constitucionais como o direito a habeas corpus e suspens√£o de direitos civis. J√° pensaram?

Olha s√≥ o n√≠vel que estamos chegando, ainda bem que est√£o ainda, apenas na fase das ‚Äúamea√ßas‚ÄĚ…

A sociedade que fique de olho, pois não é de hoje que venho alertando que este país caminha para um terreno perigoso!

Enquanto ministro Paulo Guedes, fala tudo isto… O d√≥lar dispara e bate o recorde de R$ 4,26 e a ind√ļstria brasileira que compra sua mat√©ria prima em d√≥lar n√£o sabe mais o que vai fazer…

Ali√°s o ministro disse que n√£o est√° nem a√≠ com a subida do d√≥lar e ‚Äúque bom se acostumar com o c√Ęmbio mais alto e juro mais baixo por um bom tempo…‚ÄĚ Pode isto?

D√° para ver que ele entende mesmo de economia… Quero ver os brasileiros que querem viajar no final do ano com d√≥lar neste valor e a ind√ļstria que precisa de mat√©ria prima importada em d√≥lar?

Isto é Brasil!

Mudando de assunto, voc√™ acredita que Congresso vai mesmo votar a tal ‚Äúpris√£o em segunda inst√Ęncia‚ÄĚ?

Ainda mais do jeito que os partidos estão propondo, demoraria no mínimo um ano para virar lei.

Na verdade nossos mui dignos parlamentares est√£o estrategicamente protelando a vota√ß√£o apostando que n√≥s brasileiros, como sempre, iremos esquecer isto tudo, ap√≥s as festas de fim do ano, carnaval…. P√°scoa…

Para votar com rapidez e sem brechas, deveriam fazer um projeto de Emenda Constitucional, como também um projeto de lei para alterar o código penal. Esse sim é o cenário ideal e com velocidade para que se torne lei o quanto antes.

Vamos em frente minha gente, ‚Äúb√≥ra‚ÄĚ agora, falar de Riomafra, que tamb√©m t√° cheio de broncas pintando por a√≠…

T√° dando o que falar o tal do recapeamento asf√°ltico em Mafra nas ruas Felipe Schmidt e Severiano Maia…

O pov√£o t√° questionando a administra√ß√£o p√ļblica o porqu√™ n√£o pavimentam ruas que ainda n√£o t√™m asfalto, ao inv√©s de ficarem colocando asfalto bom, em cima de asfalto bom…

S√≥ que segundo a ‚ÄúPref√™‚ÄĚ n√£o √© bem assim, ou seja, pois esta verba veio especificamente para isto, ou seja, uma nova tecnologia de pavimenta√ß√£o chamada de microrrevestimento asf√°ltico, que s√≥ pode ser utilizada em vias onde j√° existe pavimenta√ß√£o asf√°ltica, n√£o podendo ser aplicada em vias comuns ou em cima de outros pavimentos.

Também segundo o executivo, esta nova tecnologia (microrrevestimento asfáltico) têm o dobro de resistência e durabilidade de um pavimento convencional, utilizado normalmente onde hoje são utilizados asfaltar as ruas.

Vamos aguardar! E ver se realmente vai ter o resultado esperado?

Mas ainda vou continuar cobrando: cad√™ o asfalto na Mathias Piechnick, Frederico Heyse, a rua do Comecinho de Vida, as vicinais da UnC entre outras…

Mudando de assunto, como est√° a situa√ß√£o do audit√≥rio p√ļblico de Mafra? Nunca mais vi ou soube de eventos naquele local… Ser√° que est√° com algum problema estrutural? Pois parece estar fechado a bastante tempo e sem utiliza√ß√£o… Algu√©m pode nos explicar √† quantas anda a situa√ß√£o daquele estabelecimento?

Trata-se de um importante local de eventos para Mafra… Lembro dos debates pol√≠ticos que eram feitos nas √©pocas eleitorais por exemplo… Acho que este local deve ser utilizado pela popula√ß√£o…

Tem tempo: Muito legal a iniciativa da corrida noturna realizado em Mafra, uma excelente ideia e algo que pelo jeito caiu no gosto da popula√ß√£o… S√≥ que se √© noturna n√£o daria para fazer um pouco mais tarde ou at√© quem sabe, em outro dia da semana?
Vejam bem, aos sábados pelas 20h da noite o movimento é intenso em Rio Mafra, pois este horário as pessoas e famílias buscam locais de lazer e acaba uma coisa, meio que atrapalhando a outra. Como é um evento importante, sugiro fazer mais tarde ou quem sabe em outro dia da semana, para ficar bom para todos!

Para encerrar: E l√° v√™m o papai Noel de Rio Negro com $aco cheio de dinheiro… Quanto ser√° que ele vai levar de grana este ano para tamb√©m bajular o prefeito e os pol√≠ticos rionegrenses? No ano passado, dizem que o ‚Äúbom velhinho‚ÄĚ, que j√° t√™m um polpudo cargo na Prefeitura, levou mais de R$ 8 mil dos cofres p√ļblicos de Rio Negro? para fazer o que t√™m gente desempregado por a√≠, que com R$ 500nhent√£o fazia e ainda dava uma ‚Äúbela‚ÄĚ bajulada na turma do Castelinho de Rio Negro, do jeito que eles gostam!

Aliás, bem cantadinho, até o comércio de Rio Negro patrocinava um papai Noel e de quebra dava emprego e oportunidade para alguém que não está agarrado nas tetas, ou saco da Prefeitura e já ganha um baita salário por lá! O que acham?

Bem pessoal, por hoje vamos ficar por aqui… um grande abra√ßo a todos e cuidem-se bem!

 

 

 

 

- Publicidade -

ENVIE UM COMENTÁRIO

IMPORTANTE: O Click Riomafra não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários publicados pelos seus usuários. Todos os comentários que estão de acordo com a política de privacidade do site são publicados após uma moderação.