Quarta-feira 29 de maio de 2019

Publicado por Trombelhudo - 29/05/2019 - 15h50

Em tempos de passeatas, manifesta√ß√Ķes em favor de grupos pol√≠ticos em todos os cantos do Brasil, que usam os brasileiros e riomafrenses como ‚Äúmassa de manobra‚ÄĚ c√° estamos n√≥s, novamente fazendo nossa popula√ß√£o abrir os olhos e refletir…

Gente! Toda semana agora t√™m manifesta√ß√£o nas ruas do Brasil √† dentro, inclusive aqui em Riomafra, dizendo que tais protestos s√£o a favor da reforma da Previd√™ncia etc. e tal, ou ora a favor da educa√ß√£o e tudo mais… Por√©m o que se v√™, s√£o militantes partid√°rios, utilizando os manifestantes como ‚Äúmassa de manobra‚ÄĚ, na semana passada contra o Bolsonaro e favor do PT e nesta, ao contr√°rio…

Não têm lógica participar de um manifesto onde o presidente do partido PSL local vai à frente com uma foto real do Bolsonaro recordada, e várias faixas com sua foto, dizendo que estão apoiando a reforma da Previdência, pacote anticrime etc. e tal?

Para mim, isto n√£o √© manifesto em favor de uma causa, mas sim, passeata em favor de um pol√≠tico governante, ou governo, se utilizando de uma causa que est√° sendo debatida ‚Äúcalorosamente‚ÄĚ no Congresso, onde ali√°s, a maioria dos brasileiros (inclui-se os riomafreses) se quer sabem todo o seu teor e deixam-se ser usados como ‚Äúmassa de manobra pol√≠tica‚ÄĚ, tanto faz os que s√£o contra ou a favor!

Da mesma forma, o que ocorreu na semana passada, onde a manifesta√ß√£o seria a favor da educa√ß√£o e os manifestantes, vestidos de PT, CUT, pedindo ‚ÄúLula Livre‚ÄĚ! Gente, isto √© uma piada!

At√© quando o brasileiro vai se deixar ser usado como massa de manobra a favor ou contra um grupo pol√≠tico ou governo? At√© quando teremos ‚Äúpol√≠tico de estima√ß√£o‚ÄĚ? Por qu√™ n√£o defendemos ideias e lutamos por causas, ao inv√©s de lutarmos por partidos e governantes e seus exclusivos interesses?

O povo deveria ir √†s ruas para lutar √† seu favor… Existem tantas coisas erradas no Brasil que est√£o prejudicando a sociedade, como a carga tribut√°ria (impostos), o desemprego, a falta de investimentos na sa√ļde, educa√ß√£o, seguran√ßa… Os super-sal√°rios dos tr√™s poderes, institui√ß√Ķes p√ļblicas, funcionalismo p√ļblico e suas regalias e mordomias e por a√≠ afora!

Por que o povo n√£o vai √†s ruas, sem bandeiras pol√≠ticas, para exigir uma mudan√ßa neste sistema usurpador, pedindo uma reforma pol√≠tica? Com certeza, partidos pol√≠ticos, governantes ou parlamentares jamais v√£o pedir para voc√™ ir as ruas manifestar em favor destas causas, pois para eles (o sistema), isto n√£o √© interessante…

Para eles o interessante √© usar ‚Äúa manada‚ÄĚ (o povo), em favor dos seus interesses e o que √© mais conveniente para eles naquele momento, inclusive para resolver suas mazelas entre executivo e Congresso…

Num dos t√≥picos anteriores, falei sobre o absurdo dos impostos no Brasil, onde 2018 o brasileiro trabalhou 153 dias somente pagar impostos… O pior √© que eles n√£o retornam ao cidad√£o!

Somente neste ano, j√° pagamos mais de R$ 1 trilh√£o em impostos. Mafra j√° recolheu mais de R$ 12 milh√Ķes, Rio Negro: R$ 7 milh√Ķes… J√° imaginaram?

O estudo apontou que a quantidade de dias trabalhados para pagar impostos s√≥ aumentaram, criou-se um movimento, no dia 30 de maio, que visa unir comerciantes de todos os setores, isentando os consumidores dos impostos de alguns produtos nesse dia, chamado de ‚ÄúDia de Respeito ao Contribuinte‚ÄĚ, onde at√© o momento, 123 cidades de 19 estados participam do movimento (https://www.dialivredeimpostos.com.br/).

Ent√£o? Tema como este n√£o merecia uma manifesta√ß√£o nacional, inclusive em frente ao Pal√°cio de Governo e no Congresso, por exemplo? Nos munic√≠pios, os manifestantes fariam o manifesto em frente √†s Prefeituras e C√Ęmaras! T√° dado a dica…

Vamos em frente falar um pouco das coisas da nossa idolatrada Riomafra e regi√£o!

Semana passada escrevemos novamente aqui sobre a viol√™ncia, principalmente em Rio Negro, cobrando do poder p√ļblico local para que se engajem nesta luta, afinal o problema √© nosso, de todos os rionegrenses! Mas parece que ‚Äún√£o est√£o nem a√≠‚ÄĚ? E os assaltos e furtos em Rio Negro ‚Äúcorrendo solto‚ÄĚ, inclusive √† m√£o armada!

Nossos vereadores parecem dormir em ber√ßo espl√™ndido, achando que Rio Negro est√° tudo uma beleza… N√£o cobram nada do executivo…

Cad√™ as CPI‚Äôs da ambul√Ęncia? Do caminh√£o do lixo? E tantas outras? A C√Ęmara de Rio Negro ainda vai parar no Guinness Book como o √ļnico legislativo que nunca fez uma CPI sequer…

E a quest√£o do funcion√°rio exonerado do estado com cargo de confian√ßa na educa√ß√£o nenhum vereador vai sequer questionar ou pelo menos pedir informa√ß√Ķes sobre o caso ao executivo?

Outra bronca é dos professores municipais de Rio Negro que segundo eles, ganham a metade do salário dos professores de Mafra, sem falar que é também um dos menores da região (Amsulep). Isto já foi tema de reportagem aqui na Gazeta há anos atrás e pelo jeito a situação continua a mesma? Vergonha!

U√©, mais o vice-prefeito (James) n√£o √© professor tamb√©m? N√£o deveria lutar pela sua classe? Como √© que pode? E o que dizer tamb√©m do vereador Alessandro que tamb√©m √© pr√īfe?

Sem falar que ambos est√£o cotados para serem o sucessor do Paizani? Que bandeira de campanha, hein?

Por hoje vamos ficando por aqui… Um grande abra√ßo a todos, cuidem-se bem e at√© a pr√≥xima!

- Publicidade -

ENVIE UM COMENTÁRIO

IMPORTANTE: O Click Riomafra não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários publicados pelos seus usuários. Todos os comentários que estão de acordo com a política de privacidade do site são publicados após uma moderação.